Senado aprova uso de recursos para retorno das aulas no País

O projeto da senadora Kátia Abreu (PP-TO) segue agora para análise da Câmara dos Deputados

Brasília – O Senado aprovou, nesta terça-feira (1), com 74 votos favoráveis e nenhum contrário, o projeto de lei que autoriza estados, municípios e Distrito Federal a usarem recursos de repasses federais para ações preventivas e de adaptação contra a Covid, necessárias para um retorno mais seguro às aulas presenciais nas escolas públicas. O projeto da senadora Kátia Abreu (PP-TO) segue agora para análise da Câmara dos Deputados. O texto aprovado prevê que, durante a vigência do estado de calamidade pública, os repasses poderão ser utilizados para adequação da infraestrutura sanitária de escolas, internet e conectividade de estudantes que não puderem voltar às aulas presenciais, disponibilização dos equipamentos de proteção individual e material de higiene nos períodos de alimentação e no transporte escolar. A retomada das aulas presenciais deverá observar a orientação científica, a curva de contágio, o número de óbitos e apresentação, pela família, de relatório sobre a situação da saúde dos membros que residem com o estudante.

Fiscalização 1

O deputado Serafim Corrêa (PSB) propôs, nesta terça-feira (1), à Controladoria Geral do Estado(CGE) que obtenha o programa de monitoramento em tempo real adotado pela Controladoria Geral da União (CGU) para combate à corrupção no Amazonas.

Fiscalização 2

O sistema, complexo e atualizado constantemente, foi o mesmo utilizado nas investigações do governador Wilson Witzel (PSC), no Rio de Janeiro.

Escola Militar

A Escola Estadual Professor Reinaldo Thompson está pronta para iniciar aulas na metodologia cívico-militar, segundo afirmou o deputado estadual Delegado Péricles, durante visita à unidade educacional.

Apoio

De acordo com Péricles, a reforma nas dependências foi concluída, os professores devidamente capacitados e os militares já estão devidamente alocados para atender os 750 alunos matriculados na unidade escolar. Péricles foi o mediador no processo de implementação do programa do governo federal no Amazonas.

Anúncio