Senado debate flexibilização do mercado livre de energia

Serão realizadas duas audiências públicas para a instrução do PLS 232/2016, que está nas mãos do relator, senador Marcos Rogério (DEM-RO)

Manaus – A Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) do Senado vai debater sobre o projeto de lei que expande o mercado livre de energia elétrica, permitindo que pequenos consumidores possam fazer a portabilidade da conta de luz. O chamado mercado livre de energia permite aos consumidores comprar energia elétrica diretamente dos geradores e das empresas comercializadoras, sem serem obrigados a comprá-la de determinadas concessionárias e distribuidoras.

Serão realizadas duas audiências públicas para a instrução do PLS 232/2016, que está nas mãos do relator, senador Marcos Rogério (DEM-RO): uma nesta terça-feira (13) e outra na quarta-feira (14). A proposição altera o modelo comercial de energia elétrica com a intenção de, progressivamente, permitir que os pequenos consumidores possam optar em fazer parte do mercado livre, hoje restrito a grandes consumidores de energia. Atualmente, clientes com carga inferior a 500 KW só podem comprar energia da distribuidora em que estão conectados.

ZFM e reforma

A reforma Tributária é a nova frente que a bancada do Amazonas terá no Congresso para evitar prejuízos à Zona Franca de Manaus (ZFM). As assessorias técnicas dos parlamentares já estão com as lanternas acesas para o tema.

Retrato

O programa ‘CÂMERA RECORD’ registrou elevada audiência, no domingo à noite, ao fazer um retrato da família Pinheiro, em Coari, para todo o País. O assunto também movimentou as redes sociais.

Frente

Nesta terça-feira (13), será instalada a Frente Parlamentar Cristã da Assembleia Legislativa do Estado. Na ocasião, serão definidos os membros, nos termos do regimento. De autoria do deputado João Luiz (PRB), a frente foi instituída pela Resolução Legislativa nº 709 de 16 de julho de 2019.