Simeam solicita tramitação do processo de impeachment

De acordo com o presidente do Simeam, a solicitação do impeachment se dá após Wilson ter se recusado a depor na CPI da Covid e por conta dos desdobramentos da 4ª fase da operação Sangria, da PF

Manaus –  O presidente do Sindicato dos Médicos do Amazonas (Simeam), Mario Vianna, esteve ontem na Assembleia Legislativa do Estado (ALE) para solicitar a tramitação do pedido de impeachment contra o governador Wilson Lima (PSC), protocolado em novembro de 2020. De acordo com o presidente do Simeam, a solicitação do impeachment se dá após Wilson ter se recusado a depor na CPI da Covid, no Senado Federal, e por conta dos desdobramentos da 4ª fase da operação Sangria, da Polícia Federal. Mário Vianna comentou a atitude do ex-secretário estadual de Saúde, Marcellus Campêlo, em pedir exoneração da função após ser preso pela Polícia Federal, e sugeriu que o governador do Amazonas seguisse o mesmo ‘exemplo’ do ex-secretário. O presidente do Simeam ressaltou que, enquanto no mundo as pessoas morreram por Covid-19, no Estado do Amazonas as mortes ocorreram pela falta de oxigênio. “Temos ainda a judicialização das tratativas das mesas de negociação que estão há dois anos sem respostas efetivas”, acrescentou Viana.

Limpeza

Por meio de pagamento indenizatório, o Instituto da Mulher vai pagar R$ 394 mil à empresa a FK Gestão Empresarial por prestação de serviços de limpeza e conservação, no mês de outubro.

Ampliação

Indicação na Câmara Municipal de Manaus (CMM) quer a inclusão dos motoristas de aplicativos no grupo prioritário para a vacinação contra a Covid-19 e a imediata vacinação da categoria.

Audiência 1

O deputado estadual Dermilson Chagas (Podemos) participou, na segunda-feira (14), em Brasília (DF), de audiência pública convocada pela Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e Amazônia (Cindra) da Câmara dos Deputados.

Audiência 2

O evento teve o intuito de discutir as principais dificuldades enfrentadas pelos pescadores do Amazonas no período do defeso e serviu para que os participantes sugerissem soluções para beneficiar a categoria.

Torre

A Universidade Federal do Amazonas (Ufam) entrega, hoje, a Torre Acadêmica do novo Hospital Universitário Getúlio Vargas. O novo espaço, que corresponde à segunda etapa de obras de ampliação, soma 14 mil m² de área construída e o investimento foi de R$ 43,9 milhões.

 

Anúncio