Só 2% dos que firmaram acordo de colaboração premiada são políticos

De acordo com Procuradoria-Geral da República, 71% dos 216 investigados que firmaram esse tipo de acordo desde 2014 são empresários

(Foto: Carlos Moura/SCO/STF)

Manaus – Apenas 2,3% dos acordos de colaboração premiada feitas entre investigados e a Procuradoria-Geral da República (PGR), homologados pelo Supremo Tribunal Federal (STF), foram firmados com políticos, informou o órgão hoje. De acordo com PGR, 71% dos 216 investigados que firmaram esse tipo de acordo desde 2014 são empresários. A maior parte dos acordos de colaboração premiada são desdobramentos da Operação Lava Jato.

Escola

A prefeitura de Maués publicou extrato no Diário Oficial do Estado para contratar a empresa Excelso Serviços e Construções Ltda. por R$ 4 milhões para construção de uma escola com 12 salas projeto padrão FNDE, no bairro Senador José Esteves naquele município.

Comedimento

O ministro da Economia Paulo Guedes usou parte da reunião com sua equipe, ontem, para pregar comedimento de assessores e secretários em qualquer comentário que possa soar como pejorativo ao Congresso, Judiciário e até mesmo colegas do governo.

Diálogo

O ministro, segundo relatos, voltou a dizer que o momento é de diálogo e que ele quer ver espelhada em sua equipe a atitude que vem seguindo à risca.

Equipe brasiliense de ginástica acrobática que ganhou várias medalhas nos Estados Unidos, posou, ontem, para fotos com sua técnica, Márcia Janete. A vitória é da equipe Akros/Setul, sediado em Brasília (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr)