STF abre inquérito sobre organização criminosa

A organização teria por finalidade desestabilizar as instituições democráticas

Brasília – O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), acolheu pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) e determinou o arquivamento do Inquérito 4828, que investigava a organização de atos antidemocráticos, entre eles o disparo de foguetes contra a sede do Tribunal. Na mesma decisão, entretanto, determinou a abertura de novo inquérito para o prosseguimento de investigações de outros eventos, diante da presença de indícios e provas da existência de organização criminosa com a nítida finalidade de atentar contra a democracia e o Estado de Direito. Segundo o ministro, o material apreendido e analisado revela elementos de uma possível organização de atuação digital e com núcleos de produção, publicação, financiamento e político, semelhante aos identificados no Inquérito das fake news também de sua relatoria. A organização teria por finalidade desestabilizar as instituições democráticas, principalmente as que possam se contrapor, de forma constitucionalmente prevista, a atos ilegais ou inconstitucionais.

Antecipação 1

O presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador David Reis (Avante), anunciou na quinta-feira (1) a antecipação do pagamento do 13º salário dos servidores do Legislativo.

Antecipação 2

Mais de 1,6 mil servidores municipais, incluindo efetivos, comissionados, verba de gabinete e vereadores, receberão a primeira parcela do 13º, totalizando R$ 2.676.367,59 que serão injetados na economia na segunda-feira, 5.

Orçamento

O prazo para os deputados da Assembleia Legislativa do Estado (ALE) apresentarem emendas à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício de 2022, junto à Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), encerrou na quarta-feira, 30. No total, foram apresentadas 42 propostas.

Previsão

O projeto de lei que dispõe sobre o orçamento estadual para 2022 foi encaminhado à ALE, no último dia 31 de maio, com previsão de R$ 21,7 bilhões. Os deputados tiveram cinco dias para apresentar emendas à LDO. O prazo ocorreu entre os dias 22 e 30 de junho

 

Anúncio