TCU acompanha atuação do BC no sistema financeiro

O Tribunal de Contas da União (TCU) está acompanhando as ações do Banco Central (BC), como regulador do Sistema Financeiro Nacional (SFN), relativas à crise da pandemia de Covid-19

Brasília – O Tribunal de Contas da União (TCU) está acompanhando as ações do Banco Central (BC), como regulador do Sistema Financeiro Nacional (SFN), relativas à crise da pandemia de Covid-19. Sob a relatoria do ministro Bruno Dantas, o TCU verificou que o Bacen implementou uma série de medidas de flexibilização de capital regulamentar e de incremento de liquidez no SFN. As medidas do Banco Central resultaram em um potencial incremento de R$ 1,27 trilhão na liquidez do SFN, valor equivalente a 17,5% do Produto Interno Bruto (PIB). Em etapa anterior do acompanhamento, o TCU havia constatado que o crédito estava fluindo para a economia, mas o segmento das micro e pequenas empresas (MPE) estava “severamente desassistido, razão pela qual o Banco Central do Brasil implementou uma série de medidas direcionais de capital e de liquidez para fomento do crédito ao segmento”, explanou o ministro Bruno Dantas, relator do processo
no tribunal

Transporte

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) publicou aviso de licitação para o próximo dia 26 para contratação de empresas especializadas para prestação dos serviços de levantamento de dados e monitoramento da Hidrovia do Rio Madeira.

Eleição

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) firmou convênio com a Agência Amazonense de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental (Aadesam) para ação conjunta das partes na realização de apoio às eleições municipais deste ano. O convênio tem valor total de de R$ 3,7 milhões com vigência até janeiro do próximo ano.

‘Investimentos’

O governador Wilson Lima publicou decreto no Diário Oficial do Estado, no último dia 8, para abrir crédito adicional suplementar para reaparelhamento das Unidades do Sistema de Segurança Pública. O valor do ‘investimento’ será de “R$ 500”, segundo Decreto nº 42.856.

Via

A Superintendência da Zona Franca de Manaus dispensou licitação para licitação visando alienação, através de doação ao Estado, de uma área de 604 mil m², composta de 55 subáreas, localizadas na Expansão do Distrito Industrial, com avaliação estimada em R$ 19 milhões referente à implantação do Sistema Anel Viário Leste.