TCU aponta fragilidades nas unidades de conservação

A fiscalização expressou, ainda, falhas na governança pública do Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza (SNUC)

Brasília – Auditoria realizada pelo Tribunal de Contas da União (TCU) apontou avanços na implementação e na gestão das unidades de conservação da natureza (UCs) federais, entre 2014 e 2019, segundo dados do Índice de Implementação e Gestão de Áreas Protegidas (Indimapa), desenvolvido pela Corte de Contas. As unidades de conservação da natureza integram as chamadas áreas protegidas, que são instrumentos importantes para a preservação de espécies e ecossistemas em seus ambientes naturais. No Brasil o trabalho também indicou a inexistência de uma estratégia detalhada para o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza (SNUC). Tal fato prejudica o monitoramento, a avaliação, a comunicação dos resultados, a tomada de decisão e, por consequência, a implementação e o direcionamento da política pública de conservação da biodiversidade brasileira. A fiscalização expressou, ainda, falhas na governança pública do SNUC; escassez de recursos humanos nos órgãos que gerenciam as unidades de conservação.

Prévias

O pré-candidato às prévias presidenciais do PSDB e presidente do partido no Amazonas, Arthur Neto, participou, ontem, da reunião dos presidentes de diretórios estaduais com o presidente da Executiva Nacional, Bruno Araújo, para definir os procedimentos de realização da votação interna da sigla, em novembro, que vai escolher o candidato que irá concorrer às eleições 2022.

Publicação

Destaque apresentada pelo partido Novo na Medida Provisória 1.040 em tramitação no Congresso pretende extinguir da exigência de publicação de atos societários e demonstrações financeiras em jornais. A medida é temerária pois afronta os princípios de publicidade e transparência.

Energia 1

O protagonismo dos municípios para a transição energética é o tema da Tribuna Popular que a Câmara Municipal de Manaus (CMM) realiza nesta quarta-feira, 23, no plenário Adriano Jorge.

Energia 2

Proposto pelo presidente do Legislativo Municipal, vereador David Reis (Avante), o evento marca a abertura da 2ª Semana do Meio Ambiente da CMM, que segue até do 30 de junho.

Anúncio