TCU aponta irregularidades em folhas de órgãos federais

O benefício financeiro possível dessas fiscalizações alcança o montante de R$ 569 milhões ao mês

Brasília – O Tribunal de Contas da União (TCU) fiscalizou 594 organizações federais para apurar possíveis irregularidades em folhas de pagamento. Também foram monitoradas as providências adotadas para o cumprimento de três acórdãos do TCU proferidos nas fiscalizações de folhas de pagamento nos exercícios de 2018, 2019 e 2020, além das medidas em curso na esfera federal para a utilização do eSocial por órgãos e entidades públicos federais. A verificação das folhas de pagamento editadas de janeiro a junho de 2021 detectou mais de 60 mil indícios de irregularidades, que, somados aos indícios anteriores, perfazem 119,1 mil situações que foram ou estão sendo acompanhadas. O benefício financeiro possível dessas fiscalizações alcança o montante de R$ 569 milhões ao mês. Entre os indícios, destacaram-se acumulações ilícitas ou incompatíveis, ocupações de cargo ou emprego público por pessoa impedida, pagamentos efetuados a pessoas falecidas, pensões pagas a quem não faz jus, violações ao teto remuneratório e parcelas indevidas.

Recados

Convidado ontem no programa PODMAIS da TV RECORD NEWS MANAUS, o ex-governador Amazonino Mendes aproveitou a entrevista para mandar vários recados à ex-aliados e ainda chamou o governador Wilson Lima de “inepto” pelo caos na saúde.

Avaliação

Ainda na entrevista, Amazonino afirmou que o Brasil continua a tratar a população da região Norte como “cidadão de segunda categoria”. O ex-governador disse que apenas o presidente Juscelino Kubitschek favoreceu, de fato, as pessoas que moram no Norte do País.

Homenagem

A desembargadora Nayde Vasconcelos – falecida em 1989 – foi homenageada, ontem, na sessão do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) pela passagem de 40 anos de sua assunção no cargo na Corte estadual, ocorrida em 26 de novembro de 1981, tornando-se a primeira mulher a integrar o colegiado, vinda do Ministério Público do Estado.

Campanha

Nesta quarta-feira, 1º, a Assembleia Legislativa do Estado (ALE) realizará a distribuição gratuita de preservativos aos servidores como ação referente ao Dia Mundial de Combate à Aids, e também em referência ao Dezembro Vermelho, campanha de prevenção à doença.

 

Anúncio