Teste rápido deve detectar novo coronavírus até no esgoto

Iniciativa é de pesquisadores da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), no Estado de São Paulo

(Foto: Divulgação/UFSCar)

Manaus – Pesquisadores da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), no Estado de São Paulo, desenvolvem um tipo de dispositivo para identificar a Covid-19 em pacientes infectados em ambientes contaminados e nas redes de esgoto, por meio de um sensor eletroquímico para a detecção, na saliva da vítima, de pelo menos três sequências do genoma do vírus. A plataforma de testes descartável fará uso de materiais de fácil acesso e equipamentos simples.

Contrato

Em Manaus, o Ministério Público da União e a Anestesiologistas Associados do Amazonas Ltda. assinaram termo de credenciamento para prestação de serviços médicos aos membros, servidores e respectivos dependentes, bem como aos pensionistas do Ministério Público Federal, Ministério Público do Trabalho e Ministério Público Militar por um período de 60 meses, a partir da assinatura do credenciamento.

Empregos

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou, na última quinta-feira (14), que o governo vai apresentar proposta de redução de encargos trabalhistas como forma de estimular a produção do País e a geração de empregos. A primeira seria relacionada à simplificação tributária e barateamento das folhas.

Punição

O Peru vai punir com pena de três a seis anos de prisão quem promover ou difundir notícias consideradas falsas que busquem gerar pânico em meio à pandemia de coronavírus, comunicou o governo. O Peru é o primeiro governo da América Latina a adotar uma medida do tipo.