TSE: campanha tem baixa ocorrência de fake news

Polícia Federal (PF) tem feito operações para efetuar a prisão de investigados que usam perfis falsos para fazer campanhas caluniosas contra adversários

Brasília – O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, disse, nesta sexta-feira (30), que a campanha eleitoral está ocorrendo com baixa difusão de fake news, as notícias falsas postadas por eleitores e políticos nas redes sociais. Segundo o ministro, a Polícia Federal (PF) tem feito operações para efetuar a prisão de investigados que usam perfis falsos para fazer campanhas caluniosas contra adversários. Barroso participou de uma live para debater o combate aos discursos de ódio na internet durante as eleições. Barroso disse também que a Justiça Eleitoral procura usar a repressão policial como último artifício. Para o ministro, a conscientização da população para evitar esse tipo de comportamento nas redes sociais deve ser feita em primeiro lugar. Para Barroso, a Justiça não é o melhor meio para arbitrar o debate político. Em parceria com várias redes sociais, o tribunal tem uma plataforma para o recebimento de denúncias de contas suspeitas de disseminar conteúdos falsos durante as eleições.

Dano

Sentença da 2.ª Vara de Manicoré condenou o município a pagar R$ 100 mil de indenização por dano moral a uma pessoa que foi atropelada por ônibus escolar da prefeitura e teve a perna esquerda amputada devido ao acidente, ocorrido em 2017, quando trafegava de bicicleta pela Rua Eduardo Ribeiro, esquina com a Travessa 24 de Outubro.

Compras

A Prefeitura de Silves homologou licitação para contratar a empresa Indra Comércio de Máquinas e Motores Ltda. pelo valor de R$ 462 mil para adquirir motores de popa de 200HP.

Saúde 1

Deputado federal do Amazonas, Delegado Pablo é um dos parlamentares que integram a Comissão Externa da Câmara Federal que acompanha o combate ao coronavírus em todo País.

Saúde 2

É por meio da comissão que o deputado fiscalizou o envio de 30 respiradores hospitalares por parte do governo federal para auxiliar no tratamento de pacientes com coronavírus no Amazonas.

Anúncio