Turismo registra crescimento em 2020, mas ainda abaixo de 2019

Os dados, divulgados na última sexta-feira (16), são da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP)

São Paulo – O setor de turismo brasileiro registrou em maio, último mês com dados consolidados, faturamento de R$ 9,6 bilhões, 47,5% superior ao de maio do ano passado. No entanto, em comparação ao mesmo mês de 2019, antes do início da pandemia de covid-19, houve redução de 31,2% no faturamento do setor. Os dados, divulgados na última sexta-feira (16), são da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). Em maio, o transporte aquaviário foi o único, entre os seis grupos de atividades analisados pela FecomercioSP, que conseguiu superar o patamar pré-pandemia, com alta de 20% no faturamento em relação ao mesmo mês de 2019.

Proposta

Um Projeto de Resolução Legislativa (PRL) pretende homenagear os servidores da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE), que morreram em decorrência da Covid-19 desde o início da pandemia. A proposta entrou na pauta de tramitação ordinária, trata sobre a criação de um memorial em homenagem aos servidores efetivos, comissionados e terceirizados da Assembleia mortos pela Covid-19.

Recursos

Procurador da República Jorge Mauricio Porto Klanovicz instaurar inquérito civil para apurar irregularidades na prestação do serviço de saúde no município de Humaitá, especialmente quanto à utilização dos recursos destinados ao tratamento de pacientes com Covid-19 no Hospital Misto Dra. Luísa da Conceição Fernandes.

Interior 1

Seis comunidades ribeirinhas do município de Barcelos receberam servidores do Ministério Público do Amazonas (MP-AM) para a realização de um dia de ação pela luta em defesa da cidadania.

Interior 2

O projeto Amigos da Comunidade é uma iniciativa da Igreja Presbiteriana e do Cartório Único de Barcelos, com o apoio do MPAM. Segundo a Promotora de Justiça do município de Barcelos, Karla Cristina da Silva, a iniciativa teve o propósito de incentivar o bem, promovendo boas lembranças para quem mais precisa nesse momento de pandemia.

blank

Menos da metade das crianças com idade entre 7 e 11 anos que vivem em comunidades vulneráveis e estão matriculadas na rede pública de ensino disseram adotar quatro das principais medidas preventivas à covid-19. A constatação é da pesquisa A Voz dos Alunos. (Foto: Marcelo Camargo/ABr)

Anúncio