Concurso Nacional Unificado disponibiliza editais em libras

São oito vídeos, divididos pelo total de blocos temáticos do concurso

São Paulo – Com o intuito de ampliar e facilitar o acesso às informações do Concurso Público Nacional Unificado (CPNU), o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI), em parceria com a Fundação Cesgranrio – organizadora do certame, disponibilizou uma série de vídeos em Língua Brasileira de Sinais (Libras), meio legal de comunicação e expressão da Comunidade Surda no Brasil.

(Foto: Reprodução)

São oito vídeos, divididos pelo total de blocos temáticos do concurso. Além disso, há um vídeo explicando as retificações do dia 18 de janeiro.

Os editais em Libras estão organizados em playlist no canal oficial do MGI no You Tube .

Vídeos dos editais em Libras separados por blocos temáticos

Bloco 1 – Infraestrutura, Exatas e Engenharias

Bloco 2 – Tecnologia, Dados e Informação

Bloco 3 – Ambiental, Agrário e Biológicas

Bloco 4 – Trabalho e Saúde do Servidor

Bloco 5 – Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos

Bloco 6 – Setores Econômicos e Regulação

Bloco 7 – Gestão Governamental e Administração Pública

Bloco 8 – Nível Intermediário

Retificações de 18/1

CPNU

O Concurso Público Nacional Unificado é um modelo inovador de seleção de servidores públicos, criado pelo Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos. O novo modelo consiste na realização conjunta de concursos públicos para o provimento de cargos públicos efetivos no âmbito dos órgãos e das entidades da Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional, mediante a aplicação simultânea de provas em todos os Estados e no Distrito Federal.

As inscrições para o concurso estão abertas até o dia 09 de fevereiro. Para se inscrever, o candidato deve acessar a página do GOV.BR . Em seguida, é necessário fazer o login e seguir as orientações indicadas. No momento da inscrição, o candidato faz a escolha pelas carreiras, que estarão divididas em oito blocos temáticos. Cada bloco reúne as carreiras que possuem semelhanças entre si.

O CPNU permitirá a inscrição para a disputa por vagas para mais de um cargo, desde que dentro do mesmo bloco temático. Uma das vantagens é que o candidato pagará uma taxa de inscrição única. Ao concorrer a mais de um cargo, o candidato deverá classificar as vagas de interesse por ordem de preferência para definir a prioridade em uma possível chamada, baseada na nota alcançada.

O objetivo é promover igualdade de oportunidades de acesso aos cargos públicos efetivos. A prova será realizada simultaneamente em 220 cidades do Brasil no dia 5 de maio.

Anúncio