DPE-AM lança edital de concurso público com salário de até R$ 6 mil

Há vagas para nível Médio e Superior, que serão destinadas para o interior do Estado, onde o órgão vai inaugurar novos polos

Manaus – A Defensoria Pública do Estado (DPE-AM) publicou, nesta sexta-feira (13), em seu Diário Oficial, o edital para a realização do segundo concurso público de carreira para servidores auxiliares da instituição. Há vagas para nível Médio e Superior, que serão destinadas para o interior do Estado, onde o órgão vai inaugurar novos polos.

As inscrições para nível Superior custarão R$ 110 e para o nível Médio R$ 85. A responsável pelo concurso é a Fundação Carlos Chagas (FCC). Para inscrever-se o candidato deverá acessar o site da instituição.

DPE-AM vai inaugurar novos polos no interior do Estado (Foto: Sandro Pereira/Arquivo-GDC)

As inscrições ficarão abertas, exclusivamente via internet, a partir de 10h do dia 16 de setembro de 2019 até às 14h do dia 16 de outubro 2019 (horário de Brasília). Em atendimento à Lei Estadual nº 4.605/2018, serão disponibilizados postos de inscrição, com acesso à internet, em todos os municípios para onde as vagas serão destinadas. Os locais e endereços constam no edital disponível aqui.

As vagas para Analista Jurídico de Defensoria exigem diploma devidamente registrado de curso de graduação em Direito ou Ciências Jurídicas, expedido por instituição de Ensino Superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Já as vagas para Assistente Técnico de Defensoria (Assistente Técnico Administrativo) exigem certificado devidamente registrado, de conclusão de curso de Ensino Médio ou de curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC.

O concurso para Analista Jurídico de Defensoria, cuja remuneração inicial é de R$ 6 mil, terá vagas destinadas aos municípios de Coari, Lábrea, Manacapuru, Maués e São Gabriel da Cachoeira, com previsão de uma vaga para cada cidade. Eirunepé e Iranduba terão cadastro de reserva.

As vagas para a função de Assistente Técnico de Defensoria também serão destinadas aos municípios de Coari, Lábrea, Manacapuru, Maués e São Gabriel da Cachoeira, com previsão inicial de um posto de trabalho para cada cidade. Para os municípios de Eirunepé e Iranduba, haverá cadastro de reserva. A remuneração inicial do Assistente Técnico de Defensoria é de R$ 3.531,95.