Mais de 8 mil inscritos faltam ao concurso da Adaf, neste domingo

As provas do concurso público para 208 vagas na Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Amazonas tiveram 28% de faltosos dos 28,6 mil candidatos inscritos. Gabaritos preliminares serão divulgados nesta segunda-feira (10)

Manaus – As provas do concurso público para 208 vagas na Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Amazonas (Adaf), órgão ligado a Secretaria de Produção Rural do Estado (Sepror), tiveram 28% de faltosos dos 28,6 mil candidatos inscritos, o que corresponde a 8.074 pessoas que não compareceram à prova neste domingo (9).

Concurso da Adaf registrou 28% de faltosos dos 28,6 mil candidatos inscritos. (Foto: Roberto Carlos/Secom)

Os gabaritos preliminares da prova objetiva e discursiva serão divulgados nesta segunda-feira (10) no site do Instituto AOCP. As vagas para os níveis Fundamental, Médio e Superior têm salários que variam de R$ 2.202,20 a R$ 6.570,95, incluindo a gratificação a ser recebida.

A partir de terça-feira (11), até às 23h59 da quarta-feira (12), estará disponível no site do instituto o link para entrar com recurso contra o gabarito preliminar e o caderno de questões da prova objetiva.

As provas foram realizadas em Humaitá, Manaus, Parintins Tefé. Ainda há outras etapas de seleção com avaliação de títulos e experiência profissional nas respectivas áreas de cada candidato.

A prova objetiva foi composta de 80 questões de múltipla escolha sobre as disciplinas de língua portuguesa, noções de informática, noções de direito administrativo e constitucional, legislação estadual específica, raciocínio lógico e matemático, além de conhecimentos específicos para todos.

O resultado final e a portaria de homologação do resultado final do concurso público serão publicados pela Adaf, no Diário Oficial do Estado do Amazonas (DOE), e divulgados na internet, através do site da banca organizadora do concurso e da Adaf.

As vagas são para os cargos de Auxiliar de Fiscalização Agropecuária, Motorista, Motorista Fluvial, Agente de Fiscalização Agropecuária, Assistente Técnico, Técnico de Fiscalização Agropecuária, Administrador, Analista de Redes, Contador, Economista, Estatístico, Jornalista, Engenheiro Agrônomo, Fiscal Agropecuário – Engenheiro Agrônomo, Fiscal Agropecuário – Engenheiro Florestal, Fiscal Agropecuário – Médico Veterinário e Médico Veterinário. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais.