PF adia realização de provas de concurso no Brasil

Provas objetiva e discursiva para contratação de delegados, agentes, escrivães e papilocopistas deverão acontecer em maio

São Paulo – A Polícia Federal anunciou nesta quinta-feira (11) o adiamento da realização das provas objetiva e discursiva do concurso que busca a contratação de 1.500 novos servidores.

O motivo do adiamento é o agravamento da pandemia de covid-19 no País. (Foto: Divulgação/Polícia Federal)

As provas seriam realizados no dia 21 de março, mas agora poderão ser aplicados em 23 de maio – a data ainda será confirmada. O concurso é voltado aos cargos de delegado, agente, escrivão e papilocopista.

A PF informou ainda que prevê divulgar no dia 14 de maio, no Diário Oficial da União e no site da organizadora Cebraspe, edital que informará a disponibilização da consulta aos locais e aos horários de realização da prova objetiva e da prova discursiva.

As demais datas do concurso serão divulgadas oportunamente, segundo a corporação.

Anúncio