Ação da Coca-Cola Brasil e Movimento Unidos Pela Vacina encerra com mais de 200 mil itens doados

A mobilização em apoio à vacinação contra a Covid-19 ocorreu em 57 municípios do Amazonas (91% do Estado)

Manaus – A Coca-Cola Brasil e o Movimento Unidos Pela Vacina, em parceria com os grupos de Apoio Voluntário (GAV) e Mulheres do Brasil, concluíram a mobilização em apoio à vacinação contra a Covid-19 em 57 municípios do Amazonas (91% do Estado). Mais de 200 mil itens foram doados.

Anunciada em junho, a iniciativa se dividiu em duas frentes. Na primeira, sediada no Impact Hub Manaus, representantes municipais mediaram as entregas, responsabilizando-se pela logística de envio dos itens ao destino. Em outra, comboios formados por voluntários conduziram as doações até as cidades de Iranduba, Manacapuru, Parintins e Presidente Figueiredo. Em ambos os casos, os materiais foram doados mediante as necessidades apontadas pelas próprias prefeituras, via ofícios.

O diretor da Coca-Cola Brasil, Victor Bicca, ressaltou que a ação é um reforço aos compromissos assumidos pela empresa durante a pandemia e com o Estado do Amazonas, relação que já ultrapassa três décadas. “Depois das doações de alimentos, cestas básicas, oxigênio, EPIs e álcool gel para diferentes pessoas em situação vulnerável, a Coca-Cola Brasil se soma a um esforço conjunto – empresas, governos e sociedade – em prol da vacinação”, afirmou.

Entre os mais de 200 mil itens doados, estão sete refrigeradores, dois geradores elétricos e 16 computadores desktop. Segundo a presidente do GAV, Fabiana Carioca, o objetivo foi acelerar o processo de imunização dos amazonenses, suprindo as necessidades de cada localidade com o envio de materiais e equipamentos.

Já para a líder do Grupo Mulheres do Brasil Núcleo Manaus e representante do Movimento Unidos Pela Vacina no Amazonas, Geyce Ferreira, toda a mobilização consistiu em preparar esses municípios para receber a vacina e, posteriormente, viabilizar a aplicação.

Apoio ao interior

A ação da Coca-Cola Brasil e do Movimento Unidos Pela Vacina, com apoio do GAV e do Grupo Mulheres do Brasil, mobilizou 57 municípios. Entre os equipamentos, obtidos por meio de recursos da The Coca-Cola Foundation, estão refrigeradores e caixas térmicas para guardar as vacinas, materiais hospitalares (álcool, luvas e máscaras) e de escritório, como computadores, além de combustível. As cidades atendidas foram:

Norte do Amazonas (6): Barcelos, Japurá, Maraã, Novo Airão, São Gabriel da Cachoeira e Santa Isabel do Rio Negro.

Sudoeste (15): Atalaia do Norte, Benjamin Constant, Carauari, Eirunepé, Envira, Fonte Boa, Guajará, Ipixuna, Itamarati, Juruá, Jutaí, São Paulo de Olivença, Santo Antônio do Içá, Tabatinga e Tonantins.

Centro (26): Alvarães, Anamã, Anori, Autazes, Barreirinha, Beruri, Boa Vista de Ramos, Caapiranga, Careiro, Coari, Codajás, Iranduba, Itacoatiara, Itapiranga, Manacapuru, Manaquiri, Maués, Nhamundá, Nova Olinda do Norte, Parintins, Presidente Figueiredo, São Sebastião do Uatumã, Silves, Tefé, Urucará e Urucurituba.

Sul (10): Apuí, Boca do Acre, Borba, Canutama, Humaitá, Lábrea, Manicoré, Novo Aripuanã, Pauini e Tapauá.

Combate à Covid-19

A parceria com o Unidos Pela Vacina e o GAV se soma a um conjunto de iniciativas que a Coca-Cola Brasil e o Sistema Coca-Cola vêm promovendo no combate à Covid-19 desde 2020. Apenas este ano, essas ações somaram R$ 10 milhões, incluindo atuação direta contra a fome, com doações de alimentos e entregas de cestas básicas por todo o País.

No Amazonas, em 2020, R$ 3 milhões foram destinados para a doação de 34 mil cestas básicas e 8,5 mil kits de higiene, auxiliando cerca de 330 mil pessoas em situação de vulnerabilidade em 26 municípios.

Em 2021, o Sistema Coca-Cola Brasil se manteve na linha de frente na luta contra a Covid-19 no Estado em seu momento mais crítico. No início do ano, houve a doação de 15,5 mil cestas básicas e botijões de gás, além de álcool 70%, oxigênio e geladeiras para hospitais e unidades de saúde locais. A Recofarma, fábrica de concentrados da empresa, também realizou doação de EPIs e álcool em gel para o Estado.

A Coca-Cola Brasil fez parte do Juntos pelo Amazonas, que reuniu 15 grandes empresas e entidades do País para a doação de R$ 1,6 milhão referente a uma usina de produção de oxigênio, e do Movimento UniãoBR, que doou 11 usinas de oxigênio, 8 miniusinas, 80 mil EPIs (equipamentos de proteção individual) e 500 cilindros de oxigênio.

Entre maio e junho, o Instituto Coca-Cola Brasil distribuiu, em parceria com a ONG Gastromotiva e o Instituto PHI, 51 mil refeições para pessoas em situação de extrema vulnerabilidade em Manaus e no Careiro da Várzea. As refeições foram preparadas por profissionais formados nos cursos da ONG e nas cozinhas de suas próprias casas, com o suporte do projeto Cozinhas Solidárias, da Gastromotiva.

Anúncio