Corrida por testagem aglomera centenas nos postos em Manaus; veja vídeos

Muitas pessoas chegaram nos locais às 5h da manhã, doentes e com sintomas da Covid-19

Manaus – A corrida por testagem da Covid gerou na manhã desta quinta-feira (13) aglomeração em centenas de postos em Manaus. Muitas pessoas chegaram nos locais às 5h da manhã, doentes e com sintomas da Covid-19. Os testes foram iniciados na tarde desta terça (12) por volta das 14h.

As pessoas que chegam nos locais de testagem são atendidas, e caso sejam diagnosticadas com a covid-19, são encaminhadas e unidades de saúde, tomam remédios e são orientados para o tratamento da doença.

Postos de Saúde de Manaus também registraram aglomeração. Em vídeos compartilhados nas redes, mostra pessoas esperando por atendimento e sem distanciamento. Esses postos já apresentam a falta de profissionais para atender a demanda do público que comparece para realizar o teste.

Segundo a secretaria de Saúde, atualmente, as pessoas que estão nos leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) são de pessoas que não tomaram a segunda dose da vacina ou que não completaram o ciclo vacinal.

Nota SES

Por meio de nota, a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) esclarece que essas unidades, por serem porta aberta, podem enfrentar eventuais picos de lotação. Contudo, essas unidades estão recebendo alta no número de atendimentos de pacientes com classificação de baixo risco, que podem ser realizados em uma Unidade Básica de Saúde (UBS). A unidade vem recebendo uma grande demanda de pacientes, alguns com perfil ambulatorial, que podem obter esse atendimento em uma UBS.

Sobre as unidades do SPA Coroado e SPA Enfermeira Eliameme Mady, a SES afirma que o seu atendimento voltado, prioritariamente, para cuidados intermediários. Portando, considerando o período de sazonalidade onde todas as unidades estão passando é comum ocorrer um tempo maior de espera devido ao aumento exponencial de pessoas em atendimento. Ainda segundo a nota da SES, muitos pacientes estão sendo atendidos com sinais e sintomas sugestivos de síndromes gripais e necessitam de uma análise criteriosa no atendimento e no cuidado.

Segundo o pesquisador Jesem Orellana, em relação a terceira onda de contágios, esse aumento de casos de Covid na cidade de Manaus é por conta da “forte retomada dos acontecimentos do final de ano e aos relaxamentos com anuência promovidos pelo governo do Estado do Amazonas como shows com mais de 30 mil pessoas e pouquíssimo controle do uso de máscaras e aglomerações”.

No cenário mundial, os governos e órgãos de Saúde têm se preocupado quanto a disseminação da Covid-19, por conta variante Ômicron, que segundo os cientistas, é mais transmissível do que as demais variantes. No Amazonas já foram confirmados 22 casos de contaminação pela Ômicron.

Veja vídeos dos locais de testagem:

Anúncio