Faculdade abre laboratórios para treinar médicos que atuarão contra o coronavírus

Mais de 200 residentes passarão pelo treinamento de manejo de vias aéreas e uso correto de equipamentos no UniNorte

Manaus – O Centro Universitário do Norte (UniNorte) disponibilizou o seu centro de simulação realística para o treinamento de mais de 200 residentes médicos que vão atuar no atendimento a pacientes do novo coronavírus (Covid-19). A capacitação é uma realização da Comissão de Residência Médica do Estado do Amazonas (Cermam) e segue até a próxima sexta-feira (17).

O manejo das vias aéreas e uso do Equipamento de Proteção Individual (EPI) são conhecimentos essenciais (Foto: Divulgação)

Durante o treinamento, os residentes recebem aulas técnicas de manejo de vias aéreas e uso correto do Equipamento de Proteção Individual (EPI) para evitar a contaminação com o vírus, entre outras medidas de segurança. Para isso, os profissionais contam com a estrutura dos laboratórios da UniNorte, equipados com manequins automatizados capazes de reproduzir, por meio de cenários clínicos, experiências reais de pacientes enfermos.

“O treinamento consiste em preparar a equipe de saúde para atuar na linha de frente no combate ao coronavírus”, explica o vice-presidente da Cermam e coordenador da atividade, Robson Amorim. “O manejo das vias aéreas e uso do EPI são conhecimentos essenciais, pois muitos pacientes vão precisar de ventilação mecânica e o procedimento tem que ser feito com o maior cuidado possível para não haver contaminação”.

“Mesmo com a suspensão das nossas atividades sociais, a UniNorte continua ativa e cumprindo sua missão na promoção da cidadania, dessa vez por meio do convênio com a Cermam. Sabemos que estamos vivendo um momento sem precedentes e a UniNorte tem buscado sempre mostrar sua sensibilidade às causas humanitárias, colaborando com a sociedade no que for preciso”, afirma a reitora da UniNorte, Nilzete Santiago.