Famílias recebem cestas básicas do projeto ‘Home Care Solidário’

Iniciativa é da igreja Ministério Internacional da Restauração e o público-alvo são famílias em situação de vulnerabilidade social

Manaus – Famílias de diversos bairros de Manaus foram beneficiadas nesta quarta-feira (15) com doações de cestas básicas do projeto ‘Home Care Solidário’, da igreja Ministério Internacional da Restauração (MIR), localizada na estrada da Ponta Negra, zona oeste. Ao todo foram entregues 260 cestas básicas para famílias em situação de vulnerabilidade social que sofrem com o impacto financeiro devido à pandemia da Covid-19.

Com as entregas realizadas nesta quarta-feira, o total de cestas arrecadadas e distribuídas pelo projeto chega a 1.191 (Foto: Divulgação)

As doações foram entregues nas residências dos beneficiados em todas as zonas da capital. O projeto foi lançado neste mês e, com as entregas desta quarta-feira, já somam 1.191 cestas arrecadadas e distribuídas. Os mantimentos são frutos de doações dos membros da igreja local e da iniciativa privada.

“Nesse tempo de pandemia estamos diariamente se mobilizando para suprir inúmeras famílias que estão precisando de apoio de mantimentos. E a proposta do projeto é fazer com que os nossos voluntários possam ir até às casas dessas famílias e entregar as cestas para evitar aglomerações”, destacou o presidente do MIR, apóstolo Renê Terra Nova.

Uma das beneficiadas foi a aposentada Clice Souza, 69, que mora no bairro Santo Agostinho, zona oeste. Ela relata que o benefício vai ajudar no dia a dia da família. “Estou muito feliz com a doação porque chegou em boa hora para minha casa. Estamos passando por momento de muita dificuldades, mas vai passar tudo isso”.

Logística

O trabalho de arrecadação dos alimentos conta com apoio de voluntários da própria igreja. Eles se revezam para trabalhar a logística de entrega dos alimentos para as famílias que fazem parte de um cadastro feito pelo departamento social da igreja.

“É muito gratificante ver o apoio de várias pessoas nessa causa, pois quando estamos montando as cestas pensamos o quanto vamos ajudar famílias que passam por muita dificuldade neste momento. A alegria maior é ver essa grande corrente do bem sendo feita”, disse o pastor Orlando Freire, que participa desde o início do projeto.

Anúncio