Manaus bate recorde na pandemia com 144 sepultamentos neste domingo

Os dados retratam a situação de calamidade da saúde pública em meio a segunda onda da Covid-19

Manaus – O número de mortes diárias em Manaus superou, neste domingo (10), o pico de sepultamento em um único dia com o registro de 144 mortes. O maior registro anterior ocorreu em 28 de abril do ano passado quanto foram 142 sepultamentos. Em uma semana, desde o domingo passado, 3, a capital já contabilizou 838 sepultamentos. Os dados retratam a situação de calamidade da saúde em meio a segunda onda da pandemia causada pelo coronavírus.

De acordo com a prefeitura de Manaus entre as 144 mortes deste domingo, 105 foram nos espaços gerenciados pela Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp). Não houve opção pelo serviço de cremação, assim como também não ocorreu o registro de óbito oriundo de outra cidade. Já nos cemitérios particulares, 39 enterros foram realizados.

Entre as causas das mortes do total de sepultamentos nos cemitérios públicos da capital do Amazonas, 38 foram declaradas como Covid-19, e quatro casos suspeitos. Já nos espaços privados foram 24 registros de óbitos pelo novo coronavírus.

O município informou ainda que houve o registro de 27 óbitos em domicílio e que, do total de sepultamentos nos cemitérios públicos neste dia, 17 foram atendidos pelo serviço SOS Funeral, coordenado pela Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc).

Anúncio