Estudo indica que maioria de infectados cria anticorpos