Amazonas aumenta exportações em 7,5%, aponta Mdic

No período de janeiro a agosto, a venda externa somou US$ 513,8 milhões no Amazonas, o que corresponde a aproximadamente R$ 128,5 milhões, na conversão para o real

Manaus – As exportações dos produtos do Polo Industrial de Manaus (PIM) cresceram 7,5% no ano, de acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic). No período de janeiro a agosto, a venda externa somou US$ 513,8 milhões no Amazonas, o que corresponde a aproximadamente R$ 128,5 milhões, com o dólar cotado em R$ 4 (média de agosto).

O setor de preparações para bebidas foi o destaque nas vendas externas. (Foto: Arquivo/Agência Brasil)

Apesar da queda de 22%, com relação a 2017, a venda de preparações para elaboração de bebidas foi o que mais puxou o resultado do acumulado de janeiro a setembro, com total de US$ 103,1 milhões, ou R$ 25,77 milhões. Em seguida, aparecem as motocicletas de 125 cilindradas que tiveram alta de 2,7% no período, e somaram US$ 95,1 milhões ou R$ 23,7 milhões.

A Argentina continua sendo o principal comprador dos produtos do PIM, com US$ 133,6 milhões ou R$ 33,4 milhões, alta de 12%. Já a Colômbia, que figura em segundo lugar, registrou uma retração de 18% no ano e somou US$ 89,3 milhões ou R$ 22,3 milhões.

No País, de janeiro a setembro, o saldo comercial acumulou superávit de US$ 44,31 bilhões ou R$ 11,07 bilhões, o segundo maior superávit da série histórica brasileira, ficando atrás somente do resultado do ano passado, de US$ 53,258 bilhões em igual período, ou R$ 13,31 bilhões. As exportações somaram, no ano, US$ 179,65 bilhões ou R$ 44,9 bilhões, enquanto as importações US$ 135,34 bilhões ou R$ 33,83 bilhões.

Para o secretário do Comércio Exterior do Mdic Abrão Neto, apesar de um saldo comercial menor nestes nove primeiros meses do ano, o Ministério registra aumento de exportações e de importações, o que “representa uma atividade econômica mais forte, que gera mais riquezas, que cria mais empregos e que faz com que o comércio exterior tenha um peso ainda maior para a economia brasileira”, disse.

Importações

No Amazonas, a importações somaram, no ano, US$ 7,73 bilhões ou R$ 1,9 bilhão, alta de 20,8%, comparado ao acumulado de janeiro a setembro do ano passado.

Os principais fornecedores externos do PIM estão na China (US$ 2,72 bilhões), Estados Unidos (US$ 1 bilhão) e Coreia do Sul (US$ 731,5 milhões).

Entre os principais produtos importados estão partes para aparelhos de radio e TV (US$ 1,39 bilhão), outras partes para aparelhos de telefonia (US$ 470,4 milhões) e processadores e controladores (US$ 304,5 milhões).

Anúncio