Amazonprev suspende mais de 1,1 mil benefícios por falta de recadastramento

Como resultado, esses segurados não receberão salários a partir desse mês e pelos próximos também caso não procurem a fundação previdenciária para atestarem a prova de vida

Manaus – A Amazonprev suspendeu, nesta sexta-feira (22), mais de 1,1 mil benefícios por falta de atualização cadastral, após quase dois meses de intensa campanha para atrair aposentados e pensionistas dentro do período de recadastramento anual obrigatório. O número representa 9,32% do total de segurados com aniversários entre setembro e dezembro de 2018 e janeiro de 2019.

Como resultado, esses segurados não receberão salários a partir desse mês e pelos próximos também caso não procurem a fundação previdenciária para atestarem a prova de vida, conforme determina a Lei Complementar 30/2001. É essa lei que estabelece como critério de recadastramento o mês de aniversário do beneficiário.

O recadastramento de quem mora em Manaus é realizado direto no endereço da Amazonprev, na Avenida Visconde de Porto Alegre, 486, Centro (Foto: Roberto Carlos/Secom)

Em vista da ampliação dos canais de comunicação da Amazonprev esse número de salários sustados não foi maior. “Até meados de janeiro, mais de 3,4 mil segurados ainda não haviam procedido o recadastramento. Aumentamos, então, a divulgação de chamadas desses beneficiários e, assim, fechamos fevereiro com um pouco mais de mil pessoas que não atenderam aos comunicados”, esclareceu o presidente da Amazonprev, André Luiz Zogahib.

Para este mês, por exemplo, não há mais possibilidade de restabelecimento do benefício, ainda que ocorra o recadastramento. Esse pagamento retorna para a conta do beneficiário em até uma semana após a atualização dos dados cadastrais.

Vale lembrar que para o recadastramento de quem mora em Manaus o acesso é direto no endereço da Amazonprev, na Avenida Visconde de Porto Alegre, 486, Centro, de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h30. Já os residentes no interior podem atualizar seus dados nas unidades da Secretaria de Educação do Estado (Seduc) localizadas em seus municípios. Durante o recadastramento, é necessário que o segurado apresente carteira de identidade, CPF e comprovante de residência.

Para os domiciliados em outros estados, a atualização cadastral é realizada por meio do site da Amazonprev. O segurado deve imprimir os formulários e preenchê-los com seus dados. Após esses procedimentos, a assinatura deverá ser reconhecida em cartório por autenticidade, antes de encaminhá-los, pelos Correios, para o endereço da Amazonprev em Manaus.

Visita domiciliar

Os beneficiários residentes na capital que estejam impossibilitados de locomoção (acamados, internados em hospitais ou em casas de repouso), podem solicitar, com antecedência, a visita domiciliar dos agentes da Amazonprev. O telefone para agendamento é o ‪‪3627-3404‬‬ ou pelo Fale Conosco no site da Amazonprev.