Aposentados da Amazonprev deixam recadastramento de junho para último dia

Quem perdeu o prazo poderá ter o benefício suspenso da folha de pagamentos de julho, conforme Lei Complementar 30/2001

Manaus –  O último dia útil para os aniversariantes do mês de junho realizarem o recadastramento junto ao Fundo Previdenciário do Estado (Amazonprev) levou, pelo menos, 500 aposentados e pensionistas a procurarem o atendimento da instituição durante a manhã e tarde desta sexta-feira (28). Quem perdeu o prazo poderá ter o benefício suspenso da folha de pagamentos de julho, conforme Lei Complementar 30/2001.

Desse a última segunda-feira (24) e com a proximidade do final do mês, a Amazonprev informou que intensificou em seus canais de comunicação aos segurados a data-limite para o recadastramento de quem nasceu em junho, no caso esta sexta-feira (28). No início da semana, por exemplo, eram mais de 1,3 mil beneficiários que ainda estavam pendentes de documentação. O número, no entanto, foi reduzido para menos da metade neste último dia do prazo.

A partir do dia 1º de julho, o atendimento da instituição estará realizando o recadastramento dos beneficiários nascidos em julho (Foto: Divulgação/Amazonprev)

A professora aposentada, Lucilene Lopes, 57, fez aniversário no dia 2 de junho, mas deixou o recadastramento para a última hora. “Com a correria do dia a dia, esqueci e só lembrei hoje (sexta-feira), que é o último dia”, explicou a professora, ao lembrar da importância dos aposentados e pensionistas manterem seus cadastros atualizados. “Chega uma certa idade em que a gente tem que anotar essas coisas, colocar alarmes no celular, senão esquecemos”, ensinou.

Já a aposentada Laudicéa Marques, 62, teve o benefício suspenso por falta de recadastramento e só se deu conta de que havia perdido o pagamento na hora em que foi ao caixa eletrônico nesta sexta-feira, data em que os segurados da Amazonprev recebem seus proventos. “Em dez anos, foi a primeira vez que esqueci de fazer o recadastramento”, lamentou ela, que foi atendida na instituição previdenciária e saiu com a garantia de que em uma semana o seu benefício retornará a sua conta bancária. “Estou aliviada”, afirmou.

Grande demanda

A justificativa para o grande percentual de beneficiários ainda sem recadastramento é observada pelo presidente da Amazonprev, André Luiz Zogahib, ao analisar a grande demanda do mês e alguns obstáculos enfrentados pelos beneficiários.

“O problema é que o número total de segurados que precisam se recadastrar varia de mês para mês, e uma das razões para esse não comparecimento é que junho é um dos meses com maior demanda de recadastramento”, pondera ele.

Zogahib acrescenta também que “a falta de familiaridade com os meios eletrônicos, por meio dos quais a Amazonprev informa seus segurados, e a falta de informação das famílias dos aposentados, que muitas vezes supervisionam o recebimento dos benefícios dos segurados, contribuem para a não realização do processo”.

Nascidos em julho

A Amazonprev destaca que, a partir da próxima segunda-feira (1º), o atendimento da instituição estará realizando o recadastramento dos beneficiários nascidos em julho. A recomendação é de que os aniversariantes do mês antecipem a regularização cadastral para evitar transtornos de última hora.