Bazar Sentimentos: moda, decoração e artesanato no Sumaúma Park Shopping

O espaço exclusivo aos expositores estará no primeiro piso do shopping, aberto ao público e conta com uma programação que inclui dois dias de desfile de moda

Manaus – A partir desta sexta-feira (21), o Sumaúma Park Shopping recebe o Bazar Sentimentos, cujo propósito é fomentar a geração de emprego e renda e dar visibilidade aos negócios de pequenos empreendedores dos mais diversos segmentos do Estado. A iniciativa é inédita e faz parte dos projetos sociais do “Suma Solidário”. Localizado no primeiro piso, o espaço destinado ao Bazar Sentimentos foi cedido pelo shopping e toda a verba gerada na comercialização dos produtos será revertida aos próprios expositores. A entrada é gratuita e acompanhará o horário de funcionamento do centro comercial, de segunda à sábado, das 11h às 21h, e domingo, das 14h às 21h.

Entre os expositores que participam do bazar estão estilistas, artesãos de biojóias e designers. A programação conta ainda com desfiles de moda de coleções exclusivas, assinadas pelos estilistas locais, que buscam na sustentabilidade e na regionalidade o diferencial nas produções.

“O Suma Solidário é um projeto idealizado para dar a oportunidade, gerar renda e fomentar a economia do Estado e os clientes aprovaram a ideia, a prova disso é a loja de máscaras de estampas regionais, confeccionadas por costureiras locais, que é um sucesso. O Bazar Sentimentos vem com o mesmo propósito de incentivar a economia colaborativa, ampliando a oportunidade para empreendedores que atuam em diferentes áreas. Todos estão convidados a conhecer o bazar que segue até o dia 30 de agosto”, disse a gerente de marketing, Laura Palhares.

A responsável pelo Bazar Sentimentos, Floripedes Vieira, acrescenta que a iniciativa abraçada pelo Sumaúma, fortalece também a campanha “Mulheres Juntas Contra o Covid 19” de forte atuação em diversas frentes de trabalho. “O bazar foi criado para girar a economia criativa na nossa rede de empreendedores, com objetivo de promover a geração integral de renda. É a empatia de se reinventar aos novos desafios nesse momento que estamos passando”, afirmou.

Anúncio