Black Friday: especialista orienta como fazer boas compras e evitar golpes

Black Friday, cuja data oficial é em 26 de novembro, é necessário que os clientes fiquem atentos para evitar golpes nas compras

Manaus – A Black Friday 2021, cuja data oficial é em 26 de novembro, última quinta-feira do mês de novembro, está próxima e é importante ficar atento para fazer compras proveitosas no período e evitar falsas promoções.

Black Friday 2021, cuja data oficial é em 26 de novembro, última quinta-feira do mês de novembro (Rovena Rosa/Agência Brasil)

Para isso, a consultora e especialista em negócios digitais Aline Bak traz uma série de recomendações. Veja abaixo:

  • Tenha em mente os produtos que você tem interesse e faça um comparativo com meses anteriores. “Se o consumidor tiver um histórico de preços dos produtos que ele está interessado, ficará fácil saber se a oferta é real e se vale a pena comprar”, explica Aline Bak.
  • Prefira comprar de sites com boa reputação. “A idoneidade dos sites de e-commerce é o melhor antídoto para não se cair em ciladas”, ressalta Aline. “Por isso, dê preferência aos sites e marketplaces já bem conhecidos, para não se arriscar”
  • Evite comprar de sites desconhecidos. “Caso surja alguma promoção muito boa de um e-commerce que você nunca ouviu falar mas que parece ser ok, pesquise aquele site. Confira se não há queixas sobre aquela empresa no Reclame Aqui, Procon ou denúncias no Google, de modo geral”, diz Aline.
  • Desconfie de sites que oferecem promoções muito maiores do que a concorrência. Aqui vale o ditado popular que diz que quando o milagre é grande, o santo desconfia. “Todos os players enfrentam uma cadeia de custos similar, então, quando o preço é muito baixo, fique atento porque pode ser golpe”, reforça Aline.
  • Prefira comprar com cartão de crédito virtual, para seus dados ficarem protegidos. “A prática não vai impedir que se caia em falsas promoções, mas pelo menos o consumidor irá se prevenir contra o ataque de golpistas”, enfatiza. “E sempre que suspeitar que algo está errado, comunique imediatamente seu banco; após análise, algumas vezes, a compra pode ser cancelada”, explica.
  • Se comprar de um marketplace, fique atento se aquele vendedor está bem avaliado. “A recomendação é fazer o negócio apenas quando o existir indicação de boa pontuação na plataforma, o que normalmente está associado ao número de estrelinhas”, recomenda Aline. “Fazendo assim, o consumidor evita problemas”, explica. “E até mesmo se a compra atrasar, quando se trata de uma plataforma de e-commerce confiável, é mais fácil receber o dinheiro de volta”, diz Aline.
  • Consulte as políticas de entrega antes da compra. “Às vezes, o vendedor não tem estoque e só vende sob demanda”, conta Aline. “E quando isso acontece, o produto pode demorar prazos superiores a 60 dias, o que frustra muito o consumidor”, diz Aline. “É fundamental verificar quantos dias o produto irá demorar e outros detalhes nas políticas de entrega de cada site”, diz.
  • Sempre documente o processo de compras online. “Sempre tire prints da tela de todo o processo de compra”, explica Aline. “Fazendo isso, o consumidor conseguirá comprovar qualquer fraude e abrir um processo contra aquela empresa, se isso for necessário”, explica.

Anúncio