Caixa tem semana de conciliação de dívidas

A instituição financeira vai chamar 120 mil clientes de todo o País para regularizar suas dívidas que já estão na Justiça com o banco. A conciliação começa hoje e vai até sexta-feira (11)

Brasília – A Caixa anunciou que vai chamar 120 mil clientes de todo o País para regularizar suas dívidas que já estão na Justiça com o banco. A semana da conciliação começa nesta segunda (7) e vai até sexta-feira (11). Ao todo, o valor dos débitos soma R$ 6,6 bilhões, mas o banco vai dar desconto de até 90% caso o cliente pague à vista. Com a ação, pretende recuperar R$ 1,2 bilhão.

(Foto: José Cruz/Agência Brasil)

A ação abrange cerca de 71 mil clientes pessoas físicas, dos quais um quarto poderá quitar suas dívidas à vista por valores inferiores a R$ 1 mil, e 50 mil pessoas jurídicas, dos quais mais de 44% tem possibilidade de quitar à vista com valores inferiores a R$ 10 mil.

A iniciativa tem como objetivo finalizar os processos judiciais de maneira conciliatória, extinguindo a ação e possibilitando o resgate do poder de compra, pagamento e crédito do cliente no mercado, com a retirada das restrições dos cadastros externos.

Para o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, a conciliação é a forma mais rápida, eficiente e menos onerosa para todas as partes, de encerrar um processo judicial, além de permitir aos clientes o resgate de sua cidadania financeira.

“Nosso objetivo é promover condições para que os clientes com dificuldades financeiras possam regularizar sua situação de forma simples e vantajosa, além de contribuir para desonerar a justiça brasileira”, ressalta.

Os clientes que receberam carta-convite da Caixa poderão ser atendidos nas agências do banco ou em determinadas varas da Justiça Federal. A lista completa com os locais de atendimento pode ser conferida em: www.caixa.gov.br/vocenoazul.

A Semana Caixa de Conciliação faz parte da campanha Você no Azul, que oferece aos clientes que possuem débitos em atraso há mais de 360 dias, além das vantagens para liquidação à vista, várias alternativas de renegociação. Até o momento, foram regularizadas dívidas de 276 mil clientes, o que corresponde a R$ 2,4 bilhões em débitos liquidados.

No crédito comercial, é possível unificar os contratos em atraso e parcelar a dívida em até 96 meses, realizar uma pausa no pagamento de até uma prestação vencida ou a vencer, ou ainda efetuar a repactuação de dívida, com possibilidade de aumento do prazo.

Nos contratos habitacionais, 114 mil clientes já regularizam suas dívidas, o que corresponde a mais de R$ 10,1 bilhões renegociados. Nesta modalidade, os clientes podem pagar uma entrada e incorporar as demais parcelas em atraso, realizar acordo com um pagamento inicial ou utilizar o saldo do FGTS para reduzir em até 80% o valor.