CDL Jovem promove venda sem tributo em Manaus

Nesta quinta, é realizada a 7ª edição do Dia da Liberdade de Impostos, em parceria com o Amazonas Shopping

Da Redação / [email protected]

Em torno de 50 lojas, de vários segmentos como calçados, vestuário, eletroeletrônicos e restaurantes vão vender sem tributos (Foto: Eraldo Lopes)

Manaus – Como forma de protestar contra a alta carga tributária do País, a Câmara de Dirigentes Lojistas Jovem de Manaus (CDL Jovem) realiza, hoje, a 7ª edição do Dia da Liberdade de Impostos, em parceria com o Amazonas Shopping. Mais de 50 lojas, de vários segmentos como calçados, vestuário, eletroeletrônicos e restaurantes, confirmaram participação na campanha e vão comercializar produtos sem cobrar pelos tributos.

Alguns itens possuem até mais da metade do preço em impostos cobrados. Um video game, por exemplo, tem 72% de imposto embutido no valor, a cerveja tem 55%, sapatos 58%, celular 33% e picolé 38,6%.

A quantidade de impostos pagos equivale ao trabalho dos brasileiros do dia 1º de janeiro a 1º de junho, destaca o coordenador da CDL Jovem, Erick Bandeira. “São 151 dias do ano trabalhados apenas para pagar impostos”, destacou.

Os impostos sobre os produtos vendidos na ação vão ser recolhidos normalmente. Os lojistas fornecem um desconto com a mesma taxa de tributos cobrada sobre a venda da mercadoria.

Este ano, a ação será realizada simultaneamente na capital de 12 Estados – Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

 

Impostômetro

Os contribuintes do Amazonas pagaram mais de R$ 11 bilhões em tributos nos primeiros cinco meses do ano, segundo o Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). No País, a ferramenta registrou R$ 900 bilhões de tributos acumulados pagos desde o início do ano. Os valores se referem à arrecadação de todos os impostos, taxas e contribuições que vão para a União, os Estados e os municípios.

No mesmo período do ano passado, o Impostômetro apontou R$ 9,66 bilhões pagos em tributos, no Amazonas, R$ 1,5 bilhão acima do valor desse ano, que só foi registrado em 20 de junho de 2016. Dividido pelo número de habitantes do Estado, 4 milhões, em 2016, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o valor recolhido chega a R$ 2,7 mil por pessoa.

Anúncio