Cesta básica em Manaus fechou o ano custando R$ 347,47, aponta Dieese

No mês de dezembro, o valor da cesta teve alta de 0,52%, depois de seis meses consecutivos de queda. O tomate foi o produto que apresentou maior alta no mês, seguido do pão

Manaus – Em dezembro, a cesta básica em Manaus fechou o ano custando R$ 347,47, o décimo quinto maior valor entre as 21 capitais onde é realizada a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos. Em relação a novembro de 2017, os preços subiram 0,52%, depois de seis meses consecutivos de queda. Em um ano, os produtos da cesta caíram 12,05%, uma vez que em dezembro de 2016 a mesma custava R$ 395,08, ficando R$ 47,61 mais barata no mesmo período do ano passado.

Tomate foi o item que teve a maior alta no mês de dezembro (Foto: Reinaldo Okita)

Em dezembro, seis produtos apresentaram alta, cinco tiveram queda e um não apresentou variação no mês analisado, influenciando o custo total da mesma que ficou 0,52% mais cara, em compração com novembro.

O tomate (3,14%) foi o produto que apresentou maior alta no mês, seguido do pão (2,89%), da farinha (1,81%), do óleo de soja (1,38%), do feijão (0,82%) e do açúcar (0,45%). A manteiga (-2,01%) foi o produto que apresentou maior queda no mês seguido da banana (-1,36%), da carne (-0,70%), do leite (-0,60%) e do café (-0,16%). O arroz não apresentou variação no mês de dezembro.

Em 2017, dos 12 produtos que compõem a cesta básica de Manaus, oito registraram queda em comparação com dezembro de 2016: feijão (-48,54%), açúcar (-27,54%), banana (-26,57%), farinha (-23,04%), leite (-15,31%), arroz (-14,60%), tomate (-5,75%) e a carne (-4,60%). Outros três itens tiveram alta: manteiga (16,79%), pão (6,65%) e o óleo de soja (0,55%). O café se manteve estável no ano.

Família manauara paga R$ 1 mil por alimentação básica

O custo da cesta básica para o sustento de uma família de quatro pessoas (dois adultos e duas crianças, sendo que estas consomem o equivalente a um adulto) foi de R$ 1.042,41 durante o mês de dezembro de 2017. Esse valor equivale a aproximadamente 1,11 vezes o salário mínimo bruto, fixado pelo governo federal em R$ 937,00. No mês anterior, o custo da cesta básica para esta mesma família era ligeiramente menor e foi de R$ 1.036,98, 1,11 vezes o salário mínimo bruto.