Em carta, secretários de 25 Estados pedem liberação de recursos

Documento, encaminhado aos ministérios da Saúde e da Economia, afirma que redução do custeio de leitos aflige federações

Brasília – Secretários da Fazenda de 25 Estados encaminharam carta aos ministérios da Saúde e da Economia solicitando recursos financeiros para garantir a manutenção dos serviços de atendimento à população em relação a pandemia de Covid-19.

O documento é assinado pelo presidente do Comsefaz. (Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil)

Leia mais: Por volta do auxílio, Senado irá votar PEC Emergencial

O documento é assinado pelo presidente do Comsefaz (Comitê Nacional dos Secretários de Fazenda dos Estados e do Distrito Federal), Rafael Fonteles, e por 25 secretários da Fazenda. Para os titulares, a redução do custeio de leitos pelo Ministério da Saúde em meio ao agravamento do número de casos e mortes por Covid-19 aflige todos os Estados.

Durante a primeira onda foi possível mobilizar estruturas existentes para atender à demanda da pandemia, segundo os secretários. No entanto, não é o que ocorre agora, a partir da segunda onda, “posto que as condições preexistentes voltaram a crescer e coexistem com uma quádrupla carga de doenças: Covid-19, causas externas, doenças crônicas degenerativas e outras doenças infectocontagiosas e metabólicas/nutricionais conhecidas”.

Diante da situação, afirmam que “urge que a União aporte aos Estados novo incremento ao teto de média e alta complexidade para custeio livre da rede de atenção e vigilância, assim como, mantenha o mecanismo já consolidado no SUS de habilitação e custeio fixo dos leitos de UTI-Covid”.

Anúncio