Prefeitura divulga nova seleção para residência em Medicina

As bolsas variam de R$ 1,2 mil a R$ 10 mil mensais. A função dos aprovados na seleção atual é ser um preceptor para os estudantes residentes

Manaus – A Prefeitura de Manaus publicou na noite desta quinta-feira (24), o edital do processo seletivo para o preenchimento de seis vagas de Pesquisador Preceptor do Programa de Residência Médica em Medicina de Família e Comunidade, do Programa Mais Saúde Manaus (Promais). As bolsas variam de R$ 1,2 mil a R$ 10 mil mensais. O documento pode ser acessado na edição X, do Diário Oficial do Município (DOM) pelo link: http://dom.manaus.am.gov.br.

A função dos aprovados na seleção atual é ser um preceptor para os estudantes residentes (Foto: EBC)

As inscrições só poderão ser feitas pela internet, no endereço http://psesap.manaus.am.gov.br, no período de 25 de janeiro a 10 de fevereiro. Podem concorrer às vagas profissionais de medicina especializados em Medicina de Família e Comunidade, com ou sem vínculo empregatício com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), conforme especificado em cada vaga oferecida.

O Programa de Residência Médica em Medicina de Família e Comunidade, da Semsa, é credenciado pela Comissão Nacional de Residência Médica e acontece desde 2012, na modalidade de treinamento em serviço, oferecendo a estudantes de medicina a oportunidade de vivenciar na prática o trabalho dentro do Sistema Único de Saúde (SUS). A função dos aprovados na seleção atual é ser um preceptor para os estudantes residentes, acompanhando o seu desempenho e subsidiando o seu desenvolvimento como futuros profissionais.

Os residentes são inseridos em equipes da Estratégia de Saúde da Família e em unidades qualificadas, para o desenvolvimento de atividades variadas em educação, atendimento em saúde e integração comunitária, pelo período de dois anos. A nova turma do Programa, que inicia as atividades em março deste ano, já é a oitava.

“São mais vagas abertas em um criterioso edital para a seleção de profissionais que irão ajudar a fortalecer ainda mais a nossa rede de saúde primária. Este é um projeto (a Escola de Saúde Pública) que, apesar de não ter sido uma criação nossa, vai trazer grandes resultados para a cidade”, disse o prefeito Arthur Virgílio Neto.

Anúncio