Especialistas dão dicas para economizar nas compras de fim de ano em 2023

Data é marcada por gastos com presentes de Natal e eventos como o amigo-secreto e festas de confraternização

Brasília- A virada de ano está chegando mais uma vez. Com ela, o brasileiro sempre se questiona como economizar nas compras que são feitas durante esse período de festas. Por isso, o R7 separou dicas de especialistas para aliviar o bolso do consumidor.

(Foto: Pixabay)

Larissa Frias, planejadora financeira do C6 Bank, recomenda programar o valor máximo a ser gasto e estipular quais compromissos financeiros “você quer participar neste final de ano”.

“Tendo essa programação de quais compromissos que a pessoa pode participar, que ela quer, ou que o orçamento permite, e estipular um orçamento máximo, mesmo que seja aí uma aproximação, já faz todo sentido para essa pessoa conseguir passar o final de ano sem sufoco”, afirma ela.

Ainda, Frias aconselha o consumidor a pesquisar preços com antecedência e procurar por produtos alternativos.

“Um presente que eu gostaria de dar a uma determinada pessoa, eu posso achar outras alternativas que não sejam aquele produto, mas que pode ter um custo-benefício mais interessante”, explica.

De forma semelhante, a educadora financeira Aline Soaper ressalta que “não adianta você querer dar presente para todos sem ter dinheiro disponível para isso”.

“Então, liste as pessoas mais importantes para presentear. Se você tem R$ 200 e quer presentear 20 pessoas, é preciso saber que o teto de gastos para cada uma delas será de R$ 10. Nessas horas, a criatividade precisa ser usada. É preciso adaptar o orçamento a cada realidade”, explica ela.

Já na ceia de Natal, por exemplo, o consumidor pode apostar em produtos nacionais, como um vinho brasileiro.

“A maioria dos produtos da Ceia de Natal é importada e, com o dólar na faixa de 5 reais, é natural que esses itens estejam mais caros. Então, para driblar esse aumento e evitar gastos acima do necessário, devemos dar preferência aos produtos nacionais, comprando sempre com antecedência, para aproveitar os melhores preços do mercado”, explica ela.

Anúncio