Facilidades nas compras online podem expor consumidores a riscos, alerta PC

O comércio online tem atraído cada vez mais adeptos. Até por conta disso, há um número maior de golpes no comércio virtual que podem incluir roubo, estelionato e receptação

Manaus – A facilidade nas transações comerciais pode mascarar golpes e o consumidor precisa estar atento para evitar ser vítima. É o alerta da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Consumidor (Decon), da Polícia Civil (PC), que aponta três crimes possíveis durante ou após as compra online: roubo, estelionato e receptação.

Dica é dar preferência a sites confiáveis, com selos de segurança (Foto: Sandro Pereira 04/12/15)

O comércio online tem atraído cada vez mais adeptos. Até por conta disso, há um número maior de golpes no comércio virtual, avalia o delegado Eduardo Paixão, da Decon. Parte dos casos também se deve a falta de cautela na hora de comprar pela internet. “Durante as compras online, é importante tomar cuidado ao digitar dados como número e senha do cartão de crédito utilizando um computador público. Se este for o caso, é mais viável solicitar pagamento via boleto”, disse o titular da Especializada.

Outra dica é dar preferência a sites confiáveis, com selos de segurança e indicados por amigos que costumam comprar pela internet. “Diante de tantos golpes e tantos produtos ruins no mercado, a recomendação é não ir apenas pela questão financeira. Duvide do valor muito abaixo do mercado”, salientou.

De acordo com Paixão, crimes de estelionato são comuns no comércio virtual. “Um exemplo é quando alguém compra uma motocicleta, em um site de classificados, e depois descobre que transferiu dinheiro para uma pessoa física. Essa pessoa foi vítima de um golpista”, explicou a autoridade policial.

No caso de compras em sites de classificados, a orientação é dar preferência ao depósito em dinheiro em conta de Pessoa Jurídica. Também é preciso cuidado na hora de receber o produto, preferindo sempre ambientes públicos, como na frente de uma delegacia. “Outro golpe ocorre na compra de milhas para emissão de passagens aéreas. A dica ir à companhia aérea e, antes de depositar o dinheiro, confirmar se foi emitido o localizador e se aquela empresa que vende milhas é confiável”, explicou Paixão.

O consumidor também deve estar atento ao adquirir pacotes de viagens.

Anúncio