Feijão, leite e ovo lideram queda de preço; veja o que ficou mais barato

A inflação perdeu ritmo após três meses consecutivos de aceleração e subiu 0,24% em outubro, segundo o IBGE

São Paulo – A sequência de quatro deflações consecutivas no valor dos alimentos foi interrompida e tornou as refeições dos brasileiros mais salgadas em outubro. No mês, o preço dos itens que integram o grupo subiu 0,31%, mostram os dados publicados nesta sexta-feira (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No geral, a inflação oficial de preços do Brasil perdeu ritmo após três meses consecutivos de aceleração e subiu 0,24% em outubro.

(Foto: Antonio Cruz/ABr)

Anúncio