Festival de Parintins ganha ‘gás’ financeiro de empresa de energia

Pelo terceiro ano consecutivo, a Eneva é patrocinadora do Festival Folclórico e aposta nos retorno econômico e social da festa

Manaus – O Amazonas se prepara para o maior espetáculo folclórico a céu aberto do mundo, o 57 º Festival Folclórico de Parintins 2024, que apresenta a disputa entre os  bumbás Garantido e Caprichoso. A grandiosa festa que começou pequena como expressão da cultura popular de um povo criativo hoje leva para a ilha torcedores, turistas e demais visitantes que impulsionam o desenvolvimento social e a economia apoiada nos grandes investidores da cultura popular.

Aurélio Amaral, diretor executivo de Relações Externas e Comunicação da Eneva (Foto: Divulgação)

Pelo terceiro ano consecutivo, a Eneva, maior operadora privada de gás natural em terra do Brasil, e também a maior patrocinadora do Festival, já incentiva o desenvolvimento da região com oportunidades econômicas importantes, como a construção do Complexo Termelétrico Azulão, no município de Silves  (a 204 quilômetros a leste de Manaus), que possui um grande campo de gás natural.

O diretor executivo de Relações Externas e Comunicação da Eneva, Aurélio Amaral, falou com exclusividade para o Portal D24.am sobre o investimento no desenvolvimento social, cultural e econômico do Festival de Parintins, além das expectativas para geração de renda e oportunidades durante e após a festa.

Podemos dizer que a Eneva não aposta apenas na exploração do gás natural, mas também na cultura e na arte. Por que investir no Festival de Parintins?

A Eneva reconhece e apoia o Festival de Parintins por acreditar que a cultura é essencial para a valorização da população e é um agente transformador da sociedade. Além disso, entendemos que o evento movimenta a economia local, gera oportunidades de emprego e fortalece os laços comunitários.  Somos parceiros no desenvolvimento sustentável das comunidades e na valorização da cultura regional dos locais onde atuamos. Nesse contexto, o Amazonas é central na nossa estratégia de negócios e, portanto, valorizar a cultura amazonense é essencial para a nossa companhia.

Qual a expectativa no que diz respeito à geração de renda e oportunidades durante o festival?

A expectativa é que a festa de Parintins impulsione significativamente a geração de renda e oportunidades na região. Além dos empregos diretos criados para a organização do evento, há um impacto positivo em setores como turismo, comércio local e artesanato. Segundo estimativas do governo do Estado, este ano o Festival vai gerar mais de 24 mil empregos indiretos. Esperamos contribuir para o desenvolvimento econômico sustentável da comunidade, proporcionando benefícios tangíveis tanto durante quanto após o festival.

blank

(Foto: Divulgação)

O que a Eneva conquista associando sua marca ao Festival Folclórico de Parintins?

A Eneva tem um forte comprometimento com o desenvolvimento socioeconômico e cultural do Amazonas, estado-chave na estratégia da companhia. Associar nossa marca ao Festival Folclórico de Parintins nos permite não apenas promover nossos valores e compromissos, mas também nos conectar de maneira mais profunda e significativa com as comunidades.

Qual o legado do apoio deixado para o Festival, para Parintins e para o Amazonas?

O apoio da Eneva ao Festival Folclórico de Parintins deixa um legado significativo para a cultura, a economia e o desenvolvimento social do Amazonas. O festival ajuda a preservar e fortalecer a herança cultural da região, atrai turistas de todo mundo e cria oportunidades de emprego, estimulando o comércio ao longo do ano, o que melhora a qualidade de vida da população. Uma das missões da Eneva é ajudar no desenvolvimento econômico e cultural da região Norte e, especialmente, do Estado do Amazonas. Quando a Eneva chega em uma localidade, busca promover uma verdadeira transformação no âmbito econômico, social e cultural, proporcionando um legado perene onde atua.

Como principal patrocinadora do Festival, o que o público pode esperar da festa?
O público pode esperar uma festa com produção de alta qualidade, muita inovação e criatividade, permitindo que os grupos folclóricos explorem novas ideias, conceitos e técnicas de performance. festival Festa dos Visitantes, com várias atrações musicais, entre elas Belo e Thiaguinho. Apoiar essa grande festa  visa dar mais visibilidade à festa dos bois, uma tradição que joga luz para o Brasil e o mundo à festa que enfatiza os povos originários da Amazônia.

Anúncio