Global Legal Hackathon chega na 3ª edição em busca de soluções para a área jurídica

A competição acontecerá em Manaus no período de 6 à 8 de março, a partir das 15h no SebraeLab, no Centro de Manaus

Manaus irá sediar mais uma edição da maior competição mundial de desenvolvimento para soluções tecnológicas voltadas para a área jurídica. É que a Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Amazonas (OAB-AM), por meio da Comissão de Direito Digital, Startups e Inovação, em parceria com SebraeLab, Sebrae Amazonas, AB2L, UEA, UFAM, PRODAM, Legal Hacker Manaus, comunidade Innova Law, e Acelera Amazônia, promovem a segunda edição da Global Legal Hackathon (GLH) no Estado do Amazonas.

A competição acontecerá em Manaus no período de 6 à 8 de março, a partir das 15h no SebraeLab, no Centro de Manaus. O evento é gratuito e realizado de forma voluntária por todos os envolvidos, visando Inovação Jurídica e um judiciário mais célere e acessível a todos.

(Foto: Divulgação)

O GLH é uma maratona global de desenvolvimento que reúne, durante um fim de semana inteiro, diversos profissionais das áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), do Direito, designers, empreendedores, entre outros, que se unem, simultaneamente, em várias cidades do mundo, para trabalhar em ideias que serão pensadas para proporcionar soluções tecnológicas a serem aplicadas na resolução de problemas e na geração de negócios jurídicos, melhorando assim, o acesso à justiça e a resolução de conflitos no Brasil e no mundo.

“A OAB Amazonas, enquanto entidade, não pode se afastar dos temas da atualidade e incorporar à nossa rotina profissional, os avanços das novas tecnologias. Temos consciência da nossa responsabilidade para com os futuros advogados que já serão inseridos nessa nova realidade. Por isso, precisamos (OAB) trazer os advogados já militantes para acompanhar e usufruir de todos os benefícios que as tecnologias tem para oferecer para a nossa profissão, bem como, debatermos os desafios que se apresentam em uma sociedade digital”, enfatiza o presidente da Ordem em Manaus, Marco Aurélio de Lima Choy.

Para o presidente da Comissão de Direito Digital, Startups e Inovação, o advogado, Aldo Evangelista, a Comissão surgiu diante dessa nova realidade do mercado jurídico. Ele destaca que “a gestão dos escritórios e departamento jurídicos, utilizando-se de tecnologias digitais e todo o desenvolvimento tecnológico, pelo qual vem passando os tribunais no Brasil, são fatores que devem ser acompanhados por todos nós profissionais que compõe o sistema jurídico”.

“O GLH é uma oportunidade de demonstrar, internacionalmente, os valores e talentos que o Amazonas tem na área tecnológica e jurídica. Assim, como no ano passado que tivemos a satisfação de ter a equipe do Amazonas representando o Brasil na grande final em Nova Iorque, tenho certeza de que essa edição de 2020 também será de grande sucesso”, destaca Aldo.

Segundo o curador do SebraeLab, Denys Cruz, o evento deve estimular o surgimento de novas ideias de negócios e a criação de novos empreendedores. “Existem demandas de mercado que podem encontrar soluções criativas em maratonas digitais como essas. A imersão feita em um fim de semana, com produção, trabalho em equipe, acompanhados da curadoria e instrução do Sebrae e parceiros, tende a permitir que esse objetivo seja atingido”, disse o curador.

blank

(Foto: Divulgação)

Global Legal Hackathon

Em 2020, já são mais de 50 cidades sedes, nos cinco continentes se organizando para receber o Global Legal Hackathon (GLH) e, entre elas, Manaus e mais 11 cidades brasileiras.

Em 2019, mais de seis mil pessoas participaram em 46 cidades de 24 países ao redor do Globo. As equipes vencedoras passam por rodadas futuras, onde podem apresentar sua solução para um painel de jurados internacional. Depois das etapas regional e nacional, a grande final acontecerá esse ano em Londres. Todos esses atores estarão reunidos em uma maratona global de desenvolvimento que durará 54 horas.

Em 2019, a equipe amazonense da “YouSolve”, que foi criada durante a edição em Manaus; foi classificada na segunda fase, e avançou para a final do evento, sendo uma das representantes do país na etapa final global que ocorreu em Nova York.

Programação

Dia 06/03

Abertura do evento – 15h
Início da maratona digital – 17h

Dia 07/03 

08:30h – “Marco regulatório das Startups” – Aldo Evangelista (Advogado especialista em Direito Digital)
09:00 – “O papel dos dados abertos na transformação digital” – Heleno dos Santos Ferreira (Diretor Técnica da Empresa Processamento de Dados Amazonas (Prodam AM))
10:00 – “Educação Digital Coorporativa” – Fabíola Rebelo (Advogada especialista em Educação Digital)
10:30 – “Disseminando a cultura tecnológica e empreendedora desde a base” – Karla Pereira e Yan Fontão (Líderes de comunidade do InovAtiva Brasil)

14:30 – “Controladoria Jurídica e a Advocacia do Futuro” – João Gilson Júnior (Advogado Gestor | MBA em Gestão de Empresas e Negócios | MBA em Gestão Jurídica)
15:00 – “Programa Prioritário de Economia Digital e Desafios para o Ecossistema” – Gláucia Campos (Head de ecossistemas e startups do Programa Prioritário de Economia Digital e consultora de negócios no Instituto de Tecnologia – INDT)
16:00 – “Blockchain” – Rodrigo Bezerra (Coordenador técnico na SIDIA – Samsung Instituto de P&D da Amazônia)
16:30 – “Empregabilidade e Responsabilidade Social” – Expedito Belmont (CEO da DriveOn)
17:30h – “LGPD e Dados Abertos” – Eduardo Nunan (Auditor de Controle Externo do TCE-AM)

Dia 08/03
15h – GRANDE FINAL COM PREMIAÇÃO DA EQUIPE VENCEDORA

Período: 06 a 08 de março de 2020
Local: Sebraelab Manaus – Av. Leonardo Malcher, 924, Centro – Manaus/AM
Link para inscrições: http://bit.ly/glhmanaus2020

Anúncio