Imposto de presente dos pais chega a 81,5%

A vodka é a campeã em tributos, seguida do perfume importado, que são pagos pelo consumidor para os cofres dos governos federal, estadual e municipal, aponta levantamento do IBPT

Manaus – Os presentes para o Dia dos País embutem até 81,52% de impostos, segundo levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT). A vodka é a campeã em tributos, seguida do perfume importado, com 78,43% dos tributos indo para os cofres dos governos federal, estadual e municipal. A versão nacional do produto tem percentual de 69,13%, segundo o IBPT.

Consumidor paga altos tributos na compra de presentes para o Dia dos Pais (Foto: Raimundo Valentim/28/07/11)

Os aparelhos eletrônicos são historicamente os itens mais procurados e tributados, como é o caso do barbeador elétrico, com encargos de 48,11%; televisor, com 44,94% e o telefone celular, com 39,80%.

“Devido ao processo de industrialização, esses itens possuem uma alta incidência do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), o que faz com que a compra do presente ideal pese ainda mais no bolso do contribuinte”, informa o presidente executivo do IBPT, João Eloi Olenike.

A lista dos presentes mais procurados para o Dia dos Pais inclui ainda uma alta tributação sobre artigos do vestuário, como: camisa 34,67%; gravata, 35,48%; e o relógio, 56,14% de tributos – o que contribui com mais da metade do valor para os cofres do governo.

De acordo com Olenike, infelizmente, os principais presentes escolhidos para a ocasião são considerados supérfluos pelo órgãos arrecadadores, o que se reflete em uma elevada tributação e acaba restringindo as compras do brasileiro neste momento de confraternização em família.