Jair Bolsonaro e Paulo Guedes confirmados em reunião histórica do CAS

A 287ª Reunião Ordinária do Conselho de Administração da Suframa (CAS) ocorrerá na próxima quinta-feira (25), às 10h, na sede da autarquia

Manaus – O superintendente da Zona Franca de Manaus, Alfredo Menezes, confirmou nesta sexta-feira (19), em coletiva de imprensa realizada na sede da Suframa, a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro, e do ministro da Economia, Paulo Guedes, na 287ª Reunião Ordinária do Conselho de Administração da Suframa (CAS), que ocorrerá na próxima quinta-feira (25), às 10h, na sede da autarquia. O superintendente também adiantou informações sobre a pauta da reunião, informando que estarão em análise um total de 88 projetos industriais e de serviços, sendo 26 de implantação, que preveem investimentos superiores a US$ 650 milhões e a geração de 4 mil empregos diretos no Polo Industrial de Manaus (PIM) nos próximos três anos.

Alfredo Menezes confirmou as presenças de Jair Bolsonaro e Paulo Guedes em reunião do CAS (Foto: Divulgação)

Menezes também frisou que a primeira reunião do CAS em 2019 está ocorrendo somente em julho devido à espera pela publicação do decreto presidencial que regulamentaria a nova composição do Conselho – isso ocorreu no último dia 10 de julho, na forma do Decreto nº 9.912. “Por isso a reunião só pode ser realizada agora, com o conselho plenamente implementado. Mas o importante é que será uma reunião histórica, com a presença de um presidente da República pela primeira vez em mais de dez anos e investimentos e anúncios relevantes”, afirmou.

A visita de Bolsonaro ao Estado do Amazonas, de acordo com Menezes, coloca a Zona Franca de Manaus (ZFM) no centro de atenções do Brasil e do mundo e dissemina uma mensagem de que ela é estratégica para o País e de que a Suframa está avançando no resgate de seu protagonismo no âmbito regional. O superintendente também ressaltou que a visita do presidente poderá trazer novidades positivas com relação à rodovia BR-319. “A BR-319, devido à sua importância capital para a nossa região, também está na pauta e o presidente vai trazer as atualizações necessárias. Estamos vendo com bons olhos o destravamento das barreiras ambientais, que neste momento são o principal desafio que temos antes da fase de engenharia e da fase orçamentária”, afirmou.

Ele também informou que o Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA) será um tema de destaque nos eventos da próxima semana. “Apresentamos há três semanas uma nova proposta de organização para o CBA, baseada na busca de condições para que a própria sociedade, os investidores e os empresários possam realizar negócios e criar um modelo sustentável, sem dependência maciça de recursos públicos. Nossa ideia é gerar investimentos saudáveis com organizações sólidas que queiram investir aqui e gerar emprego e renda a partir da nossa biotecnologia”, disse Menezes. “O secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos da Costa, inclusive, estenderá sua passagem por Manaus após a reunião do CAS para tratarmos sobre o tema CBA e encontrarmos uma solução definitiva”, complementou.

Por fim, Menezes também mencionou fatos positivos para a Zona Franca de Manaus neste ano, tais quais a percepção de que investidores e empreendedores estão ampliando a confiança e anunciando novos investimentos e negócios na região; o aumento recente no número de empregos do PIM; o início das obras de recuperação da malha viária do Distrito Industrial, em parceria com a Prefeitura de Manaus; o ajuste promovido pelo governo federal nas alíquotas do Polo de Concentrados que permitiu manter, ao menos temporariamente, a competitividade do segmento; e o compromisso assumido pela equipe econômica do governo de que a ZFM terá tratamento diferenciado nas discussões da reforma tributária.

“A reunião do CAS, com a presença do presidente Jair Bolsonaro, será um momento extremamente importante para nossa economia e uma resposta à sociedade, principalmente àquelas pessoas que estão desempregadas e querem oportunidade. Com isso, estamos cumprindo nossa missão de gerar emprego e renda e melhorar a qualidade de vida da população”, reforçou Menezes.