Lábrea e Coari são as novas bases de operação da Azul no País

Municípios terão voos três vezes por semana para a capital do Estado, ampliando a presença da empresa no Amazonas e conectando os clientes a toda malha doméstica e internacional da companhia

Manaus – Seguindo todos os protocolos e medidas de higiene estabelecidos desde o início da pandemia, a Azul amplia a oferta de voos no Amazonas com a reabertura de mais duas bases. Em parceria com a TwoFlex, a companhia inicia, nesta semana, as operações nas cidades de Lábrea e Coari, com três voos semanais cada, às segundas, quartas e sextas. A ligação com a capital será cumprida com aeronaves modelo Cessna Caravan, com capacidade para até nove clientes. As passagens para os destinos já estão disponíveis em todos os canais oficiais da Azul.

Com o início dos voos nessas cidades, são sete as bases no Amazonas operadas pela Azul: além de Lábrea e Coari, também Manaus, Tefé, Maués, Tabatinga e Parintins. Em julho, a companhia ampliou a presença da malha doméstica em todo o País, reabrindo seis bases de operação e operando 23 novos mercados em julho, chegando a 242 voos diários em dia-pico. Para agosto, a companhia reabre mais oito bases e deve operar 303 voos diários, passando a servir 80 destinos, entre capitais e cidades regionais em todo o país – o que representa 35% da capacidade de operação de antes da pandemia.

Em Manaus, clientes de Lábria e Coari podem se conectar para diversos destinos no País, como Belém, Porto Velho, Boa Vista e Campinas, onde a Azul tem operações para todas as regiões do Brasil, incluindo a malha internacional para Lisboa e Fort Lauderdale.

Confira, a seguir, o detalhamento dos voos para os novos destinos da Azul:

(Imagem: Divulgação)