Manaus é a terceira cidade com melhor gestão fiscal no Brasil

O estudo que avalia a situação fiscal do município analisou o desempenho de outros 5.337 municípios do país

Manaus – Manaus é a terceira cidade com melhor gestão fiscal, segundo o Índice da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) 2019, apresentado, hoje, pelo secretário Lourival Praia da Secretaria Municipal de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle Interno (Semef) durante reunião no gabinete do prefeito Arthur Virgílio Neto, na sede Prefeitura de Manaus, bairro Compensa, zona oeste da capital.

“A nossa gestão tem compromisso com o nosso povo”, destacou Arthur (Foto: Anamaria Leventi)

O estudo que avalia a situação fiscal do município analisou o desempenho de outros 5.337 municípios do país, 3.944 foram avaliados com gestão fiscal difícil ou crítica. A capital do Amazonas ficou atrás apenas de Boa Vista (RR) que está no 2º lugar e de Salvador (BA), que ficou em 1º lugar.

Segundo o Prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, em 2017, sem usar de nenhum subterfúgio, a cidade conquistou o 1º lugar. “Esses dados são a prova que aqui há efetivamente saúde fiscal, por isso temos tantas obras com dinheiro nossos e de terceiros. Nós trabalhamos muito para chegar ao ponto em que estamos”, declarou.

Em 2018, no setor de gasto com pessoal, Manaus alcançou a 8ª posição entre as capitais, recebendo nota de excelência, gastando 46,25% da receita corrente líquida. No setor de investimento, a cidade alcançou a 2ª posição entre as capitais, com R$ 429 milhões que representam 9% da receita total do município. A previsão para 2019 é de investir aproximadamente R$ 800 milhões na geração de bem-estar à população e melhorias ao ambiente de negócios.

“Aqui, a nossa gestão tem compromisso com o nosso povo, sabemos que todo o resultado em toda a nossa gestão fiscal está traduzido em obras, progresso e sendo a 8ª cidade mais empreendedora e a 5ª mais indutora de emprego do país”, declarou o prefeito.

Segundo o prefeito, Manaus possui a melhor previdência do Brasil, assim como a cidade apresenta as melhores contas públicas sem utilizar artifício nenhum. A capital irá receber um prêmio nos próximos dias em Alagoas, em reconhecimento a saúde financeira da previdência municipal.

“Tenho orgulho desse terceiro lugar porque mostra Manaus na elite e estamos trabalhando muito em 2019 e vocês vão sentir a diferença. Ano que vem, eu quero o 1º lugar, e ele é nosso, seremos a primeira cidade com melhor gestão fiscal e sem utilizar nenhum artifício”, declarou Arthur.

O Índice Firjan é considerado uma ferramenta de controle social para estimular a responsabilidade administrativa, aprimorar a gestão fiscal dos municípios e aperfeiçoar as decisões dos gestores públicos na alocação de recursos.

Anúncio