Maués lança Banco do Povo para financiar microempresas

O banco vai financiar equipamentos e capital de giro nas atividades de comercialização, produção e prestação de serviços ofertados no município

Manaus – Mais de 100 empreendedores de Maués foram beneficiados com a concessão dos primeiros financiamentos do Banco do Povo, instituição criada pela Prefeitura de Maués que vai investir R$350 mil em microempreendimentos no município. “Estou cumprindo uma promessa de campanha e injetando dinheiro na economia da nossa cidade, principalmente no setor de serviços, pois para cada pessoa atuante na área, outros três empregos são gerados”, comemora o prefeito Júnior Leite.

Os empréstimos variam entre R$ 400 e R$ 5 mil e não é necessário ter um avalista. (Foto: Divulgação/Ascom de Maués)

A cerimônia de assinatura dos documentos para concessão do incentivo foi realizada no Museu do Homem, em Maués, e faz parte das comemorações do aniversário de 185 anos da cidade, celebrado, no próximo dia 25 de junho.

Centenas de pessoas prestigiaram o evento, entre elas, a microempreendedora Elinilse Moraes Martins Pinheiro, que há quatro anos tem uma empresa e trabalha como costureira, mas não tinha subsídios para expandir o negócio. “Esse financiamento chegou em boa hora. Vai ajudar bastante a minha família e nos ajudar a crescer muito mais”, disse.

O Banco do Povo vai conceder empréstimos e financiar equipamentos nas atividades de comercialização, produção e prestação de serviços ofertados no município, sendo utilizado para capital de giro ou novos investimentos. Os recursos são provenientes do Fundo de Apoio aos Pequenos Negócios Produtivos (Funpeq), instituído pela Prefeitura de Maués, que arrecada a taxa de 1,5% sobre todos os valores pagos, desde 2007.

Os empréstimos variam entre R$ 400 e R$ 5 mil e não é necessário ter um avalista. Os prazos para pagamento são de 12 a 24 meses, com carência de até seis meses, de acordo com os recursos solicitados.

Os interessados podem procurar o banco com documentação pessoal (RG, CPF e comprovante de residência) em mãos. Além disso, devem ter mais de 18 anos, conta-corrente no banco parceiro do projeto e certificados de capacitação em cursos gratuitos de empreendedorismo e qualificação profissional.

Anúncio