No AM, emplacamento de veículos supera média nacional

Em maio, a entrada de novos veículos teve evolução de 34%, com relação a maio do ano passado. Automóveis de passeio respondem por quase 50% dos emplacamentos

Manaus – A venda de veículos no Amazonas continua crescendo bem acima do resultado do País. Em maio, considerando todos os segmentos somados, o aumento foi de 34%, com relação a maio do ano passado, enquanto o avanço no País foi de apenas 3,21% no período, segundo os dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Em abril, o aumento chegou a 54,5%, na comparação com o mesmo mês de 2017.

Foto: Sandro Pereira

Os automóveis de passeio, que respondem por quase 50% dos emplacamentos, tiveram alta de 41,64%, em maio. As motocicletas que têm participação de 35% também avançaram nas vendas com aumento de 25%, com relação a maio do ano passado. Os emplacamentos do segmento de veículos comerciais leves (vans, furgões, picapes e utilitários) cresceram 30,16%, com participação de 13% no total.

Somente em maio, foram 4,4 mil emplacamentos, sendo 2,8 mil automóveis e comerciais leves e 1,5 mil motos.

De janeiro a maio, a comercialização de veículos cresceu 31,96% com 18,6 mil unidades no ano. Na comparação entre o acumulado dos cinco primeiros meses e o mesmo período do ano passado, a alta foi de 42,25% e 20,67%, em automóveis e comerciais leves juntos, enquanto as motocicletas avançaram 24,32% no acumulado do ano.

Na comparação de maio frente abril, o segmento de comerciais leves puxou o crescimento de 7,89% no resultado total dos emplacamentos, com aumento de 47%, enquanto automóveis ficou estável (0,33%) e as motocicletas cresceram 6,57%.

No País, houve queda de 5,21%, com relação a abril, e avanço de 3,21% comparado a maio do ano passado.

Já no acumulado do ano, houve alta de 14,29% para todos os setores somados. Nos primeiros cinco meses deste ano, foram emplacadas 1,4 milhão de unidades, contra 1,2 milhão, entre janeiro e maio de 2017.

Os segmentos de automóveis e comerciais leves, somados, apresentaram queda de 7,17% em maio, em relação ao mês anterior. Foram emplacadas 195 mil unidades, contra 210 mil, em abril de 2018.

Investimentos

Animados com o mercado aquecido, montadoras ampliam a produção, no País. A Toyota estuda um novo programa de investimentos para o Brasil que deve incluir a produção de um utilitário-esportivo (SUV) médio, segmento que mais cresce em vendas e vem sendo alvo da maioria das montadoras do País. O plano depende, em parte, da aprovação do Rota 2030, o novo regime automotivo que está parado nas mãos do governo há pelo menos seis meses, mas pode ser anunciado ainda este mês, segundo fontes do setor automotivo. O investimento mais recente da empresa, de R$ 1 bilhão, foi o lançamento oficial, do Yaris.

Anúncio