Nova gasolina deve reduzir consumo em até 6%, mas será mais cara

Por conta das novas regras o combustível deve ficar mais caro e a gasolina também vai ser menos poluente

Manaus – Postos de todo o país já podem vender a nova gasolina, que traz novidades para melhorar a qualidade e a eficiência do combustível, características que não vão sair de graça para os motoristas. A promessa é de uma gasolina com os mesmos padrões do combustível europeu.

(Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil)

A nova gasolina automotiva provavelmente ocasionará elevação dos preços do combustível ao consumidor final, mas essa alta deve ser compensada pela eficiência que o produto vai proporcionar aos motores dos veículos. Especialistas calculam um aumento de R$ 0,04 por litro nos postos, mas destacam que os novos padrões para o produto refletirão na redução de consumo.

O cálculo é do consultor na área de Petróleo e Gás, Bruno Iughetti. “Nós estaremos com uma gasolina que obedece aos mais rígidos padrões mundiais. Evidentemente, isso traz um custo adicional, mas que compensa, porque isso deve fazer com que os veículos consigam rodar uma quilometragem maior por litro”, avalia o especialista.

Anúncio
Anúncio