Passaredo pretende manter o nome MAP e todos os voos da companhia sediada em Manaus

Com a compra da MAP, a Passaredo dobra sua frota, passando a contar com 12 aeronaves modelo ATR

Manaus – A Passaredo Linhas Aéreas pretende manter a marcar MAP Linhas Aéreas, companhia com sede em Manaus, vendidas no dia 27 de agosto deste ano. O valor da transação não foi divulgado, mas a compra foi divulgada pelos principais sites de viagens do Brasil.

A Passaredo divulgou que pretende manter os 14 destinos nos estados do Amazonas e do Pará operados pela MAP. O presidente da Passaredo Linhas Aéreas, José Luiz Felício Filho, que esteve em Manaus, na segunda-feira (26), afirmou que a companhia irá manter e que pretende até ampliar a operação da MAP na Região Norte.

Com a compra da MAP, a Passaredo dobra sua frota, passando a contar com 12 aeronaves modelo ATR. Segundo o presidente da Passaredo, com início da operação dos slots (horário de voo) no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, prevista para começar até outubro deste ano, o número de localidades atendidas passará para 37. Os novos destinos estão localizados nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Paraná.

A Passaredo tem planos de aquisição de pelo menos mais dois novos aviões até o final do ano, além do que deverá chegar nas próximas duas semanas e que irá atender a um contrato de prestação de serviço para a Petrobras.

Sobre o valor das passagens aéreas, o presidente da Passaredo reforçou que a companhia entende as necessidades do consumidor e que procura manter uma política tarifária pautada na redução dos custos operacionais e, consequentemente, do valor das passagens.

A Passaredo pretende manter o nome da MAP e voos da empresa sediada em Manaus (Foto: Divulgação)

Anúncio