Produção de motos no PIM cresce 26% até novembro, a maior alta em 6 anos

Fabricantes instaladas no Polo Industrial de Manaus produziram 1,1 milhão de unidades de janeiro a novembro, aponta a Abraciclo. Esse é o melhor resultado para o período desde 2015

Manaus – A produção de motocicletas no Polo Industrial de Manaus (PIM) cresceu 25,9% de janeiro a novembro. De acordo com dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo), no acumulado do ano, saíram das linhas de montagem 1.118.790 unidades. No mesmo período do ano passado, foram fabricadas 888.515 motocicletas. Esse é o melhor resultado para o período desde 2015 quando foram produzidas 1.212.075 unidades.

(Foto: Sandro Pereira/Arquivo)

De acordo com o presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian, os números comprovam que a indústria de motocicletas está na contramão da crise e iniciando um novo ciclo de expansão. “Todas as fabricantes estão acelerando o seu ritmo de produção para atender à demanda que segue em alta, especialmente por modelos de entrada e de baixa cilindrada, muito utilizadas como instrumentos de trabalho e transporte de baixo custo”, diz.

Fermanian explica que o volume produzido até poderia ser maior, mas as linhas de produção ainda operam com restrições para atender aos protocolos sanitários e evitar a disseminação do coronavírus. “O maior distanciamento entre os postos de trabalho aumenta o tempo de fabricação. Além disso, devido à segunda onda do coronavírus, em Manaus, deixamos de produzir cerca de 100 mil unidades no primeiro bimestre”, completa.

Anúncio