Produtos da lista de material escolar têm variação de até 700%, diz Procon

O levantamento realizado pelo Procon Amazonas, em 42 produtos, identificou a maior diferença na borracha branca, com variação de preço entre R$ 0,20 e R$ 1,60

Manaus – Uma pesquisa de preços apontou variação de até 700% nos produtos que compõem a lista de material escolar. O levantamento realizado, na terça e quarta-feira (16 e 17), pelo Procon Amazonas em 42 produtos identificou a maior diferença na borracha branca, com variação de preço entre R$ 0,20 e R$ 1,60.

De acordo com o Procon-AM, as variações de preços constatadas referem-se aos dias em que o levantamento foi realizado. Os preços atuais podem ser diferentes, visto que estão sujeitos à alteração conforme a data da compra e marca do produto, inclusive por ocasião de descontos especiais, ofertas e promoções.

Procon Amazonas orienta o consumidor a pesquisar os diferentes estabelecimentos (Foto: Eraldo Lopes)

Na lista de material, as escolas não podem exigir a aquisição de qualquer material escolar de uso coletivo, como materiais de escritório, de higiene ou limpeza, por exemplo. O órgão orienta o consumidor a pesquisar os diferentes estabelecimentos levando em conta o preço total, formas de pagamento, comodidade e vantagem oferecidos pelos locais.

Para evitar desperdício, é importante verificar quais dos produtos da lista de material escolar o consumidor já possui em casa e, ainda, se estão em condição de uso. Já a troca de livros didáticos entre alunos também garante economia.

Alguns estabelecimentos concedem bons descontos para compras em grandes quantidades, dessa forma pode se tornar interessante o consumidor se reunir com outros pais para uma compra coletiva.

O consumidor deve sempre verificar se o estabelecimento comercial pratica preço diferenciado em função do pagamento, que pode ser em dinheiro, cheque, cartão de débito ou cartão de crédito.

Confira dados da pesquisa:

Anúncio