Saiba como se cadastrar no Bolsa Família em 2021

O objetivo do programa é ajudar famílias de baixa renda no acesso à alimentação, educação e saúde

Brasília – O Programa Bolsa Família é um programa do Governo Federal destinado a famílias em situação de pobreza ou pobreza extrema em todo o Brasil. O objetivo do programa é ajudar essas famílias no acesso à alimentação, educação e saúde. 

Bolsa família cartão (Foto: Jefferson Rudy/ Agência Senado)

O objetivo do programa é ajudar famílias de baixa renda no acesso à alimentação, educação e saúde. (Foto: Jefferson Rudy/ Agência Senado)

Bolsa Família

Atualmente no Brasil mais de 13,9 milhões de pessoas são acolhidas pelo programa, para ter acesso é necessário preencher alguns requisitos. 

A Caixa atua como agente operador do programa Bolsa Família, e a origem dos recursos para pagamento é da União, por intermédio do Ministério da Cidadania.

Quem pode fazer parte do programa? 

Como mencionado anteriormente, o programa tem como alvo as famílias em situação de pobreza e pobreza extrema.

Atualmente pode fazer parte do programa as seguintes famílias: 

  • As famílias extremamente pobres são aquelas que têm renda mensal de até R$89,00 por pessoa. 
  • As famílias pobres são aquelas que têm renda mensal entre R$ 89,01 e R$ 178,00 por pessoa. 
  • As famílias pobres participam do programa, desde que tenham em sua composição gestantes e crianças ou adolescentes entre 0 e 17 anos.
  • Para se candidatar ao programa, a família deve estar inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, com seus dados atualizados há menos de 2 anos.

Como me cadastrar no Bolsa Família? 

Para se cadastrar no Bolsa Família é necessário ser cadastrado no Cadúnico, então, caso você tenha atendido aos requisitos de renda e não seja inscrito, procure o responsável pelo Programa Bolsa Família na prefeitura de sua cidade para se inscrever no Cadastro Único. 

CadÚnico

O Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (Cadastro Único) é um instrumento que identifica e caracteriza as famílias de baixa renda. São consideradas famílias de baixa renda aquelas que possuem renda mensal por pessoa (renda per capita) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar total de até três salários mínimos (R$ 3.135,00).

Requisitos para o CadÚnico

  • Ter uma pessoa responsável pela família para responder às perguntas do cadastro. Essa pessoa deve fazer parte da família, morar na mesma casa e ter pelo menos 16 anos.
  • Para o responsável pela família, de preferência uma mulher, é necessário o CPF ou Título de Eleitor.
  • Exceção: no caso de responsável por famílias indígenas e quilombolas, pode ser apresentado qualquer um dos documentos abaixo. Não precisa ser o CPF ou o Título de Eleitor.

Além disso, é importante apresentar pelo menos um dos documentos a seguir de todos os membros da família: 

  • Certidão de Nascimento;
  • Certidão de Casamento;
  • CPF;
  • Carteira de Identidade (RG);
  • Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena (RANI);
  • Carteira de Trabalho;
  • Título de Eleitor.

É importante que você apresente um comprovante de residência atual, como, por exemplo, conta de energia ou água e não se esqueça de sempre manter seus dados atualizados. 

Como saber se já estou inscrito no CadÚnico? 

É possível realizar a consulta CadÚnico através do site do Ministério da Cidadania, pelo aplicativo Meu CadÚnico e por meio do telefone 0800 707 2003.

Para consultar via site

  • Acesse o site.
  • Preencha o formulário na parte de baixo da tela.
  • Clique em “Emitir”.
  • Pronto! Já é possível saber se o seu nome está ou não cadastrado.

Para consultar via aplicativo

  • Baixe o aplicativo Meu CadÚnico no seu celular.
  • Clique em “Entrar”.
  • Insira as informações solicitadas e pronto!

Para consultar via Telefone

O telefone de contato para consulta é 0800 707 2003, opção 5. A ligação é gratuita e pode ser feita de qualquer aparelho. Os horários de atendimento são:

  • Das 7h às 19h de segunda a sexta-feira.
  • Das 10h às 16h aos fins de semana e feriados nacionais e também durante o calendário de pagamento do Bolsa Família.

Benefícios que você pode receber ao se inscrever no CadÚnico

Os cidadãos que se inscrevem no CadÚnico podem contar com diversos benefícios que vão além do Bolsa Família, confira:

  • Água para todos
  • Aposentadoria para Pessoas de Baixa Renda.
  • Programa Brasil Alfabetizado
  • Auxílio Emergencial
  • Benefício de Prestação Continuada (BPC)
  • Bolsa Estiagem
  • Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti)
  • Bolsa Família
  • Bolsa Verde (Programa de Apoio à Conservação Ambiental)
  • Carta Social
  • Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais.
  • Carteira do Idoso
  • Casa Verde e Amarela
  • Crédito Instalação
  • ENEM
  • Programa Nacional de Crédito Fundiário.
  • Identidade Jovem (ID Jovem)
  • Isenção de Pagamento de Taxa de Inscrição em Concursos Públicos
  • Programa Nacional de Reforma Agrária.
  • Rural
  • Serviços Assistenciais
  • Programas Cisternas
  • Tarifa Social de Energia Elétrica.
  • Telefone Popular