Saiba quais documentos devem ser apresentados durante a perícia médica do INSS

Os que não podem ser esquecidos dizem respeito aos documentos pessoais bem como a cópia do agendamento dos serviços que será realizado no INSS

Brasília – A perícia médica do INSS é sempre um grande motivo de preocupação por parte dos segurados, isso porque é através da perícia que os mesmos podem ter o beneficio concedido ou ainda ou benefício negado.

Saiba quais documentos devem ser levados para a perícia médica do INSS. (Foto: Divulgação)

No entanto, um dos pontos que mais pesa-se aos segurados é referente a documentação, ou seja, quais documentos são indispensáveis para levar e tentar ajudar na concessão do benefício, tendo em vista que atualmente o INSS acaba negando grande parte dos benefícios solicitados.

Se você quer saber quais documentos precisa levar na perícia médica para ajudar você na concessão do benefício, continue acompanhando.

Documentos para a perícia médica

Agendamento e documentos pessoais

Os primeiros documentos que não podem ser esquecidos dizem respeito aos documentos pessoais bem como a cópia do agendamento dos serviços que será realizado no INSS, neste caso será o agendamento da perícia médica.

Atestados médicos e laudos

Comumente o documento principal a ser lavado a perícia médica do INSS costuma ser o mais difícil de se conseguir. No cenário atual, boa parte dos médicos se recusam a fornecer a documentação necessária, principalmente para os trabalhadores que são assistidos pelo SUS que acabam encontrando essa resistência por parte da classe médica.

Geralmente, é comum encontrar ainda, laudos médicos com apenas uma linha, que não fala nem mesmo do diagnóstico, expresso somente com a informação “encaminho paciente ao INSS”.

Em vias de regra, a principal diferença entre um laudo médico e o atestado, é relativo à especificidade de cada um. Onde o laudo é um documento médico que conclui o diagnóstico do paciente, ao passo que o atestado médica necessita de estudo da vida pregressa, diagnóstico e prognóstico.

Além disso, não se esqueça que o recomendado é que o atestado médico levado para a perícia seja de no máximo 90 dias.

Exames médicos

Com os atestados médicos, o segurado precisa apresentar os exames que fundamentam a opinião do médico, além disso, um dos pontos que precisa ser respondida pelo médico no atestado é relativo aos exames complementares que o mesmo utilizou para fundamentar o diagnóstico.

Receituário médico

Caso o tratamento indicado pelo médico for medicamentoso, é importante que o segurado apresente na perícia as cópias as receitas prescritas. Vale lembrar que levar as mesmas se foram antigas de nada adianta, ou ainda caso seja para tratamentos diferentes da patologia que causou a incapacidade para exercer atividade.

Prontuários médicos

Por fim, caso a incapacidade para trabalhar veio através de intervenção cirúrgica, será muito importante que o segurado apresente cópias dos prontuários médicos. Vale lembrar que os documentos precisam ser entregues ao paciente mediante solicitação junto ao corpo administrativo do hospital.

Atenção

Não se esqueça que todos os documentos precisam ser o mais recente possível, não podem estar rasurados e sejam originais.