Seis distribuidoras são autuadas por aumento irregular no preço do combustível

Fiscalização do Procon Manaus teve como objetivo coibir a cobrança de preços abusivos na comercialização da gasolina nos postos de combustíveis da cidade

Manaus – Seis distribuidoras foram autuadas pela Ouvidoria e Proteção ao Consumidor (Procon Manaus), na tarde desta quinta-feira (28), por suspeita de aumento irregular no preço do combustível. A fiscalização teve como objetivo coibir a cobrança de preços abusivos na comercialização da gasolina nos postos de combustíveis da cidade.

A ação contra as distribuidoras ocorreu após o Procon Manaus multar postos da capital que estavam cobrando a gasolina acima da margem praticada pela Petrobras. “Essas distribuidoras só armazenam o combustível e têm um lucro de R$ 0,60 a R$ 0,70 centavos por litro. Seis empresas vendem 90 milhões de litros por mês. É um lucro totalmente fora do razoável das distribuidoras, e consequentemente dos postos”, afirmou o coordenador do Procon-Manaus, Rodrigo Guedes.

Consumidores relataram à equipe de reportagem do GRUPO DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO (GDC) que o litro da gasolina é vendido por até R$ 4,49 em Manaus.

Procon Manaus autuou seis distribuidoras de combustível na tarde desta quinta-feira (28) (Foto: Reinaldo Maquiné)

Anúncio