Senador Braga visita Sidia e diz que Brasil precisa abrir fronteiras tecnológicas

O senador conheceu os principais projetos de tecnologia e inovação para o desenvolvimento da bioeconomia

Manaus – O senador Eduardo Braga (MDB/AM) visitou nesta sexta-feira (24/11) as instalações do Sidia Instituto de Ciência e Tecnologia, um dos maiores institutos de PD&I (Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação) do Brasil, que neste ano completa 20 anos de história.

(Foto: Léo Farias)

O parlamentar foi recepcionado pelo superintendente Hyun Chool Chung e diretores do instituto. “Eu saio daqui otimista, com o trabalho de inovação tecnológica, desenvolvimento e pesquisa, que o Sidia vem desenvolvendo, e muito esperançoso de que trabalhos como esse possam abrir também, além das fronteiras na área de eletrônica, na área de celular, televisão, eletroeletrônico, que também possamos abrir também desenvolvimentos na área de bioeconomia”, avaliou Eduardo Braga.

No local, o senador conheceu os principais projetos, pesquisas e soluções tecnológicas inovadoras focadas em 5G, IoT, Inteligência Artigficial, VR/AR, Sofwares Embarcados, Automação Industrial, Visão Computacional, entre outros, que estão sendo desenvolvidos no Amazonas.

Com 20 anos de atuação no mercado, o instituto já teve mais de 30 patentes aceitas no mundo, mais de 330 publicações em revistas e eventos científicos, além de contar com 119 mestres e 26 doutores que estão à frente de pesquisas. Hoje, o Sidia possui três unidades em Manaus (AM) e uma em Porto Velho (RO).

Atualmente, o Sidia é formado por mais de 1,2 mil profissionais engajados com a inovação, composto por especialistas de diferentes formações acadêmicas, além de ter uma infraestrutura moderna com os laboratórios mais bem equipados do mundo.

Anúncio